Publicidade
Cotidiano
Notícias

Feiras e mercados: Desafios da gestão à infraestrutura

Além de concluir a reforma do mercado municipal Adolpho Lisboa, que já dura oito anos, novo prefeito terá que revitalizar as demais feiras da cidade 06/10/2012 às 17:38
Show 1
Reformar as feiras e prover higiene e segurança são demandas de feirantes
Maria Derzi ---

Apesar de não ser destaque entre as principais propostas de governo dos candidatos a prefeito de Manaus, a administração das feiras e mercados da cidade continuará sendo um desafio para quem sentar, no dia 1º de janeiro de 2013, na cadeira do chefe do executivo municipal.

Melhorias na higienização e reformas nas instalações, segurança e gestão participativa envolvendo os permissionários  serão alguns dos problemas com os quais o novo prefeito deverá lidar e precisará resolver.

Ao longo dos últimos dois mandatos, uma das principais cobranças foi a restauração do mercado municipal Adolpho Lisboa, que permanece emperrada há quase oito anos.

Apesar do estabelecimento de um novo prazo para conclusão da reforma, no final deste ano, a promessa de entrega do Adolpho Lisboa está longe de ser concretizada e deve ficar como ‘herança’ para o próximo prefeito.

Os permissionários, que se aglomeram no último galpão do mercadão, continuam esperando, ansiosos, a entrega do Adolpho Lisboa. “Nós estamos resistindo aqui, aguardando o término dessa obra”, disse o permissionário Antônio José da Trindade, que trabalha no mercado Adolpho Lisboa há 26 anos.

Para o presidente da Associação dos Permissionários do Adolpho Lisboa (Apemal), Fidelis Aguiar, há mais desafios a serem resolvidos pelo novo prefeito, e um deles diz respeito ao entorno do mercado. “É investir em toda a orla”, disse.