Publicidade
Cotidiano
Notícias

Ferramentas modernas da Sefaz começam a ser vigoradas no AM

Medidas tributárias dão maior controle ao fisco. Investimento é de R$ 45 milhões. Objetivos de novas tecnologias é dar mais segurança ao caixa, segundo a Sefaz 29/09/2012 às 09:04
Show 1
Nos últimos oito anos, cerca de R$ 45 milhões foram gastos para reequipar a secretaria
Renata Magnenti ---

Começa a vigorar na próxima segunda-feira a substituição tributária que inclui diversos produtos, entre eles carne e frango, prevista no Decreto nº 32.599, de 19 de julho de 2012. Com a nova medida, o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) passa a ser cobrado quando o produto entra no Estado.

Esta é apenas uma das ferramentas de modernização da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) para controlar a entrada, movimentação e saída de mercadorias. Nos últimos oito anos, cerca de R$ 45 milhões foram gastos para reequipar a secretaria. Com esse valor é possível comprar 2 mil carros populares de R$ 22,5 mil ou 128 casas na praia de R$ 350 mil.

Na avaliação do secretário da Sefaz, Ísper Abrahim, a substituição tributária facilitará a vida dos empresários que terão que pagar apenas uma vez o ICMS, como é feito no setor de combustível. Segundo ele, a mudança faz parte das ações de controle do fisco.

(A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).