Publicidade
Cotidiano
Notícias

Fundação Alfredo da Mata leva ações de monitoramento da Hanseníase a 17 municípios

A meta, de acordo com o secretário estadual de Saúde, Pedro Elias de Souza, é chegar ao final do ano com um total de 40 municípios atendidos pelas ações 15/07/2015 às 15:29
Show 1
A programação do primeiro semestre incluiu, ainda, o treinamento em serviço de 690 profissionais de saúde, que atuam na Atenção Básica desses municípios
acritica.com Manaus (AM)

Dezessete municípios do interior do Estado receberam, no primeiro semestre deste ano, as ações do programa de Intensificação e Monitoramento das Ações de Hanseníase, executado pelas equipes da Fundação Alfredo da Matta (Fuam).

A meta, de acordo com o secretário estadual de Saúde, Pedro Elias de Souza, é chegar ao final do ano com um total de 40 municípios atendidos pelas ações.

Segundo o diretor-presidente da Fuam, Helder Cavalcante, as atividades tiveram início em março e fecharam o semestre com o total de 1.446 consultas, 2.117 exames e a detecção de 41 novos casos de hanseníase, encaminhados para tratamento.

A programação do primeiro semestre incluiu, ainda, o treinamento em serviço de 690 profissionais de saúde, que atuam na Atenção Básica desses municípios. Para o diretor, este é um aspecto muito importante das ações de monitoramento, por permitir a constante atualização dos profissionais que estão atuando na ponta, no diagnóstico e tratamento da doença.

“No ano passado, alcançamos 25 municípios, portanto, a previsão é ter um aumento expressivo de cobertura”, disse o diretor da unidade, que é vinculada à Secretaria Estadual de Saúde (Susam).

Valderiza Pedrosa, que coordena as ações, explica que além das consultas e exames dermatológicos, as equipes também fazem a avaliação de incapacidades associadas à Hanseníase e, em alguns municípios, a realização de cirurgias reabilitadoras. “Neste primeiro semestre as cirurgias ocorreram em Coari e Itacoatiara”, disse ela.

Os municípios atendidos foram: Autazes, Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Careiro da Várzea, Coari, Humaitá, Iranduba, Itacoatiara, Manacapuru, Maués, Manicoré, Novo Aripuanã, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, São Gabriel da Cachoeira, Tabatinga e Urucurituba.

Neste mês de julho, já foram beneficiados os municípios de Parintins, Barreirinha e Nhamundá. Estão previstas, ainda, ações em Fonte Boa e Jutaí, até o dia 31.

Valderiza ressalta que cada equipe é composta por médico, enfermeiro e técnico em Dermatologia. Quando está prevista realização de cirurgias, a equipe ganha o reforço de um médico cirurgião e um técnico em dermatologia.

*Com informações da assessoria de imprensa