Publicidade
Cotidiano
Notícias

Genoino anuncia saída do governo

Ele ocupava , desde março do ano passado, o cargo de assessor especial do Ministério da Defesa. foi condenado por envolvimento no esquema de compra de apoio parlamentar nos anos de 2003 e 2004, no governo Lula, que ficou conhecido como mensalão 10/10/2012 às 15:34
Show 1
Durante leitura de oito votos sobre o crime de corrupção ativa, José Genoino contou apenas com a absolvição dada pelo relator Ricardo Lewandowski
Agência Brasil São Paulo


Condenado por corrupção ativa pela maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-presidente do PT e ex-deputado federal José Genoino anunciou nesta quarta-feira (10) que deixará o governo. Genoino ocupava, desde março do ano passado, o cargo de assessor especial do Ministério da Defesa.

Ele foi condenado por envolvimento no esquema de compra de apoio parlamentar nos anos de 2003 e 2004, no governo Lula, que ficou conhecido como mensalão. O ex-presidente do PT foi considerado um dos responsáveis pelo esquema. A Ação Penal 470, que trata do caso, ainda está sendo julgada pelo STF.

Genoino anunciou a saída do governo em carta aberta, divulgada em São Paulo, na qual comenta sua condenação no Supremo. Na carta, ele afirma que foi condenado sem provas. “A Corte errou. A Corte foi, sobretudo, injusta. Condenou um inocente. Condenou-me sem provas”, protestou.