Publicidade
Cotidiano
Notícias

Governador Omar Aziz afirma que terá candidato próprio à prefeitura de Manaus

Durante o discurso feito em Iranduba nesta segunda-feira, Omar Aziz também mandou recado direto ao senador Eduardo Braga, com quem já esteve governando o Estado como vice durante oito anos 30/04/2012 às 22:24
Show 1
Governador Omar Aziz durante discusso
acritica.com Manaus

Nesta segunda-feira (30/04), o governador do Estado Omar Aziz (PSD) afirmou durante discurso no município de Iranduba, que terá candidato próprio à prefeitura de Manaus. Omar também aproveitou o momento e mandou recado ao senador Eduardo Braga (PMDB), com quem já esteve no governando o Estado como vice durante oito anos.  

“Da mesma forma lá na cidade de Manaus tem especulação se Omar vai apoiar ou não vai, ou não sei o quê. Pra mim, vamos deixar claro. Vou ter candidato à cidade de Manaus. Vou marchar com alguém que compactue com esse pensamento de solidariedade. Não é só ganhar a eleição. É saber se vai dar conta do recado”, afirmou.

O discurso de Omar Aziz acaba com as especulações de que ele vá apoiar um candidato indicado por Braga. Na semana passada, Omar Aziz disse que não descarta uma aliança com o prefeito de Manaus, Amazonino Mendes (PDT) nas eleições de outubro, e nem se afastará do prefeito por causa do senador Eduardo Braga. "Ganhar a eleição é só pegar alguém que está em primeiro lugar nas pesquisas. Essa não é minha intenção. Minha intenção é marchar ao lado de quem eu acredito que tenha vontade de fazer e que tenha vontade de realizar. Que não esteja comprometido com outra coisa que não seja servir a cidade de Manaus”, declarou.

Durante o discurso, Omar Aziz ainda desabafou: “Eu quando era vice, eu não podia falar aquilo que eu pensava. Agora não! Eu falo o que eu penso. E ninguém é obrigado a concordar, porque eu não sou o dono da verdade. Mas eu escutava cada lambança. O cara chegava e dizia: estou aqui em pleno domingo, larguei minha família e eu pensava porque esse idiota não deixa de ser político e fica com a família dele? Acabou. Não faça esse sacrifício, não seja candidato”, ironizou.

*Veja a reportagem completa na edição do jornal A Crítica desta terça-feira (1º de maio).