Publicidade
Cotidiano
Notícias

Governo do AM faz convênio de R$ 20,5 mi para reconstrução do sistema viário de Barreirinha (AM)

Serão investidos R$ 20,5 milhões na recuperação de ruas, calçadas, meio fio e no embelezamento da orla de Barreirinha. As obras começam no próximo mês de agosto. O município encontra-se em estado de calamidade pública 18/07/2012 às 15:40
Show 1
Hospital do município de Barreirinha, interior do Amazonas, alagado devido a cheia dos rios
Jonas Santos Manaus (AM)

O Governo do Amazonas assinou convênio com a Prefeitura de Barreirinha (a 326 quilômetros de Manaus) para reconstrução total do sistema viário da cidade que ficou completamente alagada pela enchente do Paraná do Ramos e do Rio Andirá. Serão investidos R$ 20,5 milhões na recuperação de ruas, calçadas, meio fio e no embelezamento da orla de Barreirinha. As obras começam no próximo mês de agosto. O município encontra-se em estado de calamidade pública.

Os moradores que foram levados para abrigos ou removidos para Manaus, Parintins e comunidades de terra firme já retornaram a cidade. Os prédios da delegacia de polícia, Fórum de Justiça, Câmara de vereadores, Prefeitura e o hospital da cidade agora funcionam normalmente.

Na terça-feira, desta semana, reiniciaram as aulas das áreas urbanas e rural, depois de dois meses suspensas. Porém, a situação das ruas é crítica. Os pedestres e condutores de veículos com dificuldades. Valas e muitos buracos tomam contas das vias.

O chefe de gabinete da Prefeitura, Jecinaldo Batista, informou que o convênio de melhorias no sistema viário é de R$ 11,5 milhões e foi assinado depois de encontro entre o prefeito Mecias Batista e o governador Omar Aziz, no final do mês de junho, em Manaus. O projeto incluí também o asfaltamento do bairro Novo Conquista, que nasceu de uma invasão e onde moram 200 famílias. “A previsão é de que em 40 dias os trabalhos comecem”, afirmou Jecinaldo.  Alguns pontos de baixada como é o caso do bairro Wlisses Guimarães ganharão drenagens e outros aterramento, para evitar grandes prejuízos com futuras enchentes.

Outro convênio com o Governo do Estado será assinado ainda está semana. É o projeto de revitalização da frente de Barreirinha orçado em R$ 1,5 milhão. Durante a cheia do rio a cidade ficou 95% no fundo.
A Prefeitura construiu 14 quilômetros de pontes de madeira, em praticamente quase todas as ruas. A Defesa Civil do Estado enviou para o município 2,4 mil cestas básicas e um total de 2,2 mil famílias receberam ainda o cheque no valor de R$ 400. O chefe de Gabinete informou que uma média de 250 famílias ainda faltam receber os alimentos. Os agente de saúde do município também visitam as famílias entregando remédios e coletando exames, em prevenção ao aparecimento de doenças nesse período de vazante.

Situação do município

Barreirinha está localizada na Região do Baixo Amazonas e possui 23 mil habitantes. A cidade não resistiu às duas grandes cheias: de 2009 e 2012; e ficou completamente debaixo dàgua. Uma das alternativas apontadas pelas autoridades locais com objetivo em atenuar o problema das enchentes é investir em uma comunidade suburbana, que fica situada e um dos pontos mais altos de Barreirinha. É o Distrito de Terra Preta do Limão onde residem 2 mil moradores.

Um convênio, no valor de R$ 7 milhões, entre Prefeitura e Governo do Amazonas também já  assinado visando a construção de 14 quilômetros de estrada que ligará a sede urbana à comunidade. Terra Preta receberá ainda revitalização de todo o sistema viário. “A tendência natural de Barreirinha é crescer para esse distrito, que está localizado em área de terra firme”, informou o chefe de Gabinete, Jecinaldo Batista. Ele disse ainda que a Prefeitura está programando uma grande festa para o mês agosto quando será lançado o pacote de obras de reconstrução da cidade.