Publicidade
Cotidiano
Notícias

Governo Federal anunciará selecionados para o Bolsa-Atleta na segunda-feira

Dentre os beneficiados, estão 33 atletas amazonenses, dentre eles  Lígia Silva, atleta da modalidade do tênis de mesa, Bianca Maia Mendonça da Ginástica Rítmica; a nadadora Analyce Soares, o lutador Olímpico Waldeci Silva, a mesatenista Ellem Alves e José Maria Santana, do Hallterofilismo  10/03/2012 às 08:06
Show 1
Bianca Maia foi contemplada
Jornal Acritica Manaus

O Ministério do Esporte anunciará na próxima segunda-feira (12) os nomes dos novos atletas que vão ser contemplados pelo programa Bolsa-Atleta Federal. Dentre os beneficiados, estão 33 atletas amazonenses, dentre eles  Lígia Silva, atleta da modalidade do tênis de mesa,  classificada para competir nas Olimpíadas de Londres, Bianca Maia Mendonça da Ginástica Rítmica; a nadadora Analyce Soares, o lutador Olímpico Waldeci Silva, a mesatenista Ellem Alves e José Maria Santana, do Hallterofilismo.

O Bolsa-Atleta é um programa do Governo Federal, gerido pelo Ministério do Esporte, que por meio do programa visa garantir a manutenção pessoal aos atletas de alto rendimento que não possuem patrocínio. O valor do benefício mensal varia de R$ 370  para atletas estudantes, R$ 925/mês para atleta Nacional, R$ 1.850 para atleta Internacional e R$ 3.100,00, para esportistas olímpicos e paraolímpicos.

Para receber o benefício, o atleta tem de ser selecionado pelo Ministério e atender os pré-requisitos determinados em Lei, conforme a sua categoria esportiva. A amazonense Lígia Silva, que mora em Santos, recebe o benefício há 3 anos. “O projeto ajuda muito. É um benefício extra, que respalda o atleta e traz tranquilidade”, afirma Santos, que receberá R$ 1.850. Como este ano a mesatenista vai à Olimpíada, em 2013 ela passa a receber R$ 3.100.

Segundo a assessoria do Ministério dos Esportes, o programa já beneficiou aproximadamente 14 mil esportistas, com investimentos que somaram R$ 224,2 milhões. Em 2011, 3.643 atletas foram contemplados, e o investimento chegou a R$ 52 milhões.