Publicidade
Cotidiano
Notícias

Greve dos professores da Ufam completa 100 dias nesta sexta-feira

Deflagrada no dia 17 de maio em todo o País, a greve é nacional e atinge 53 universidades federais e 38 institutos federais de ensino. 23/08/2012 às 11:56
Show 1
Na última assembleia realizada, os professores optaram pela continuidade da greve
acritica.com Manaus

Preste a bater o recorde do movimento paredista da Educação Superior nos últimos 20 anos, a greve dos professores da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) completa 100 dias nesta sexta-feira (24). Deflagrada no dia 17 de maio em todo o País, a greve é nacional e atinge 53 universidades federais e 38 institutos federais de ensino. 

No Brasil os professores lutam por melhores salários, pela reestruturação da carreira docente, além da melhoria na qualidade do ensino público no País. Na Ufam os professores denunciam a falta estrutura física, como laboratórios, bibliotecas, salas de aulas e até mesmo material básico de higiene.

Segundo os educadores, a situação chega a ser mais agravante nos cinco campos do interior do Estado - Itacoatiara, Coari, Humaitá, Benjamin Constant e Parintins.