Publicidade
Cotidiano
APREENSÃO

Grupo é preso com 22kg de skunk encontrados boiando em rio de São Gabriel

Suspeita da Polícia Civil é que droga estava em embarcação com 302,9kg de entorpecentes que virou, na última semana, em uma corredeira do município 14/12/2017 às 22:30 - Atualizado em 14/12/2017 às 22:38
Show sgc
Fotos: Divulgação
Vitor Gavirati Manaus (AM)

Cerca de 22kg de droga do tipo skunk foram apreendidos, 4 homens e 3 menores de idade foram detidos no município de São Gabriel da Cachoeira (distante 852km de Manaus) entre a quarta (13) e esta quinta-feira (14).

O grupo, que é formado por duas famílias, é suspeito de estar envolvido na comercialização da quantidade de entorpecente que, segundo os acusados, foi encontrada boiando em um rio da região há dez dias. Com os suspeitos também foi apreendida a quantia de R$ 960.

Em contato com a reportagem, o delegado titular da Delegacia Interativa de Polícia Civil de São Gabriel da Cachoeira, Rafael Soares, afirmou que existe a suspeita de a droga encontrada no rio fazer parte de um carregamento de entorpecentes que estava em uma embarcação que virou em uma corredeira do município no último dia 3.

Segundo o delegado, no barco estava um carregamento com 302,9kg  de skunk, apreendido pela polícia (foto abaixo).

Na quarta-feira, foram apreendidos 14 kg de droga com parte do grupo. Os infratores revelaram aos policiais militares onde haviam comprado os entorpecentes. Quando a polícia chegou ao local, duas pessoas fugiram.

Durante esta quinta-feira, familiares conversaram com os dois suspeitos que haviam fugido e eles se entregaram à polícia com 8 tabletes de skunk que pesavam cerca de 1 kg cada.

De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Militar do Amazonas, Antônio Rodrigues, 37, Tiago Melo Pedrosa, 32, Disdeuse Lopes Barreto, 18, e Oracio Pedrosa são os maiores de idade presos no caso. Segundo o delegado Rafael, todos os suspeitos não têm passagem pela polícia.