Publicidade
Cotidiano
Notícias

Haitiano sonha ser jogador de futebol no Amazonas

Uma partida entre imigrantes haitianos,  ex-jogadores profissionais de times do Haiti, que também são fãs do Flamengo e do R10, foi realizada neste domingo, em Manaus 19/02/2012 às 21:34
Show 1
Haitianos e Brasileiros se enfrentaram neste domingo em amistoso, em Manaus
Lorenna Serrão Manaus

Um amistoso de futebol para romper as barreiras do preconceito. Foi assim a partida entre haitianos e brasileiros que aconteceu neste domingo (19), no campo do núcleo 9, Cidade Nova, Zona Norte de Manaus. O evento organizado pelo projeto “Ama Haiti” teve como objetivo acabar com a ociosidade e levar num pouco de alegria aos haitianos que vivem em Manaus.

De cara um jogador da equipe do Haiti chamou a atenção pelo toque de bola rápido e percepção de jogo. Saubenson tem 25 anos, está na capital amazonense há duas semanas e ao contrário dos conterrâneos, que sonham com um emprego, seu maior desejo é conseguir uma vaga em um time profissional do Amazonas.

“Gosto de futebol, jogo na zaga, mas também sei fazer gol, no Haiti joguei um ano como profissional e meu sonho agora é ganhar uma oportunidade em uma equipe de Manaus”, disse o jogador que tem como ídolo o Ronaldinho, do Flamengo.

Apesar de se considerar um zagueiro, Saubenson, atuou como centroavante durante o amistoso que teve como vencedor o time formado por brasileiros que goleou por 5 a 1. Mas de acordo com o coordenador do evento, Stenio Maciel, este deve ser o primeiro de muitos amistosos entre haitianos e amazonenses. Por isso, devemos ter uma revanche em breve.  

“Se surgir oportunidades e se nós tivemos apoio, com certeza vamos organizar mais jogos. Na verdade precisamos de um lugar, equipamentos, bola de futebol e transporte, mas nosso objetivo é fazer todo fim de semana”, comentou Maciel.

A partida deste domingo, estava recheada de ex-jogadores profissionais e assim, como o nosso zagueiro-centroavante, Saubenson, todos fãs do Flamengo e do R10.

“Nós gostamos muito do Flamengo e o Ronaldinho é o nosso grande ídolo, quem sabe um dia temos a oportunidade de jogar junto com ele, ia ser muito bom”, completou Samual Vennant, técnico dos haitianos que está em Manaus há 20 dias e que já domina o português com perfeição.