Publicidade
Cotidiano
Notícias

Homem morre baleado após noite de perseguição em Iranduba

Corpo dele foi encontrado em uma olaria na manhã deste domingo (11). Vizinhos da vítima o viram correndo na rua onde reside, por volta de 23h de sábado, como se alguém estivesse perseguindo-o 11/10/2015 às 16:16
Show 1
O carregador Oziel Torres levou um tiro no tórax e pediu água antes de morrer
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Com um tiro na altura da axila, o carregador de caminhão Oziel Gomes Torres, conhecido como “Ticoan”, 30, foi assassinado na manhã de hoje (11). O corpo dele estava dentro de uma Olaria, de nome João de Barro, que fica localizada no quilômetro 3, da rodovia Manoel Urbano, no distrito de Cacau Pirêra, em Iranduba. A autoria do crime ainda é desconhecida pela Polícia Civil, assim também como o motivo.

O irmão da vítima, o empresário Daniel Torres, 40, contou que só soube que o irmão havia sido assassinado quando o corpo dele já estava dentro da olaria. Segundo ele, o vigilante do local foi quem acionou a família, ligando primeiramente para a esposa dele. “Ele (vigilante) só contou que meu irmão entrou já baleado por trás da olaria e pedindo água, mas nem chegou a beber”, relatou.

Segundo o empresário, Oziel não mantinha muito contato com a família, pois morava somente com a esposa. “Eu quase não falava com ele. Ele nunca foi preso e não posso afirmar se ele estava sofrendo ameaça de morte porque não sei”, explicou. A esposa dele, de nome não revelado, preferiu não informações sobre o caso à imprensa. Policiais civis de Iranduba estiveram no local, mas também não forneceram nenhuns dados.

Um adolescente de 16 anos contou que Oziel é morador da rua São Paulo, situada na comunidade Mutirãozinho, no bairro São José, no Cacau Pirêra. “Eu ainda falei com ele na sexta-feira (9)”, revelou. Uma amiga da família, a lavadeira Simara Pereira, 35, contou que vizinhos de Oziel o viram correndo na rua onde reside, por volta de 23h. “O viram subindo e descendo a rua, como se alguém o estava perseguindo”, contou.

Alguns amigos da vítima estavam em frente à Olaria e informaram à reportagem que Oziel, o Ticoan, era conhecido por praticar alguns furtos na comunidade do Mutirãozinho, porém o irmão dele, o empresário Daniel Torres, desconhece essa informação. O homicídio ocorreu por volta das 7h da manhã, mas o corpo só foi removido às 11h ao Instituto Médico Legal (IML). O caso será investigado pela Delegacia do município de Iranduba.