Publicidade
Cotidiano
faturamento PIM

Indicadores da Suframa registram faturamento de U$$ 38 bilhões

Valores constam dos indicadores da Suframa relativos ao período de janeiro a novembro de 2011 e constituem um recorde 12/01/2012 às 09:30
Show 1
Indicadores do PIM
Jornal A Crítica Manaus

As empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM) faturaram US$ 38.19 bilhões (R$ 63.47 bilhões) no período de janeiro a novembro de 2011, sendo US$ 16.95 bilhões – ou 44,38% do total – no setor Eletroeletrônico (incluindo Bens de Informática). O faturamento de janeiro a novembro do ano passado, em dólar, foi 17,91% maior que o registrado no mesmo intervalo de 2010.

A mão de obra no PIM fechou novembro de 2011 com 123.387 pessoas empregadas, o maior número já registrado desde que a Suframa começou a apurar os indicadores de desempenho do polo. Do total, 49,8 mil trabalhadores estão no polo Eletroeletrônico e 21 mil no de Duas Rodas, sendo que os dois segmentos responderam, juntos, por quase 57,5% dos empregos gerados. Entre demissões e admissões, o saldo de novos postos até novembro de 2011 ficou em 19.434.

Na visão do recém empossado superintendente, Thomaz Nogueira, isso demonstra o excelente momento vivido pelo PIM, representando, ao mesmo tempo, um alento e um desafio nesse início de gestão.

Destaques

Entre os produtos fabricados no PIM, motocicletas, motonetas e ciclomotos são os principais destaques, com faturamento de US$ 6.5 bilhões e mais de 1,7 milhão de unidades produzidas (crescimento de 18,16% em relação a 2010).

Na sequência, estão os televisores com tela de cristal líquido, com faturamento de US$ 6.3 bilhões e mais de 10 milhões de unidades produzidas (+ 34,86% frente ao mesmo intervalo em 2010). Em terceiro lugar estão os telefones celulares, impulsionados pelo aumento no consumo dos smartphones. Até novembro, foram mais de 22,5 milhões de celulares produzidos no PIM (sendo 2,7 milhões para exportação), com faturamento de US$ 1.95 bilhão.

 Apesar da menor participação relativa no faturamento global do PIM, o setor de Brinquedos, com US$ 119.59 milhões faturados até novembro de 2011, cresceu 152,74% em relação a 2010. Já o segmento de Beneficiamento de Borracha, impulsionado principalmente pela instalação de uma fábrica de pneus na Zona Franca de Manaus, cresceu 85,61% no período de janeiro a novembro.