Publicidade
Cotidiano
Notícias

Índice usado para corrigir o valor do aluguel fecha novembro em queda

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), medido pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV), encerrou novembro com deflação (-0,03%) e bem abaixo da variação registrada em igual mês do ano passado (0,5%). 29/11/2012 às 08:03
Show 1
Condomínio Jardim Paradiso, da Capital Engenharia, fica no Santa Etelvina
Marli Moreira /Agência Brasil ---

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), medido pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV), encerrou novembro com deflação (-0,03%) e bem abaixo da variação registrada em igual mês do ano passado (0,5%). No acumulado dos últimos 12 meses, a taxa ficou em 6,96%, indicando um decréscimo em comparação ao resultado de outubro (7,52%).

Essa taxa referente ao período de um ano é a utilizada como base de cálculo para corrigir o valor do aluguel nas renovações dos contratos de locação. No acumulado do ano, o IGP-M apresentou alta de 7,09%, ligeiramente abaixo do registrado em outubro último (7,12%).

Os analistas econômicos ouvidos pelo Banco Central (BC), para a elaboração do boletim Focus, reduziram a previsão do IGP-M para o encerramento do ano de 7,57% para 7,55%, segundo a projeção mais recente, publicada, no último dia 26.

A variação do índice em novembro foi influenciada, principalmente, pelos preços no atacado de alimentos processados que passaram de uma alta de 0,74% para -0,79%. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) apresentou recuo de 0,19% ante uma variação em queda de 0,2%. Caíram também algumas cotações no segmento commodities como café (de 1,14% para -4,68%); arroz em casca (de 9,87% para 0,9%) e mandioca (de 16,94% para 5,98%).

Em sentido oposto, o movimento foi de recuperação de preços da soja em grão (de -6,5% para -3,5%); milho em grão (de -3,87% para 4,11%) e minério de ferro (de -5,91% para -3,46%).

Componente da taxa, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) caiu para 0,33% ante 0,58% em novembro. O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) registrou leve queda e ficou em 0,23% - um pouco abaixo da anterior (0,24%).


Edição: Lílian Beraldo