Publicidade
Cotidiano
Notícias

Indígenas aprendem como evitar as doenças tropicais

Os yanomami estão participando do Seminário em Doenças Tropicais e Controle de Vetores, do Inpa 05/09/2012 às 09:59
Show 1
A eliminação dos focos de mosquitos transmissores da dengue foi debatida
jornal a crítica Manaus

Indígenas da etnia yanomami estão participando da 12ª edição do Seminário em Doenças Tropicais e Controle de Vetores do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), em Manaus.

De acordo com o coordenador do evento, o pesquisador Wanderli Tadei, o objetivo é disseminar informações sobre a prevenção e controle de malária e dengue nas áreas indígenas da região amazônica.

“Se é difícil o controle da malária na área urbana, imagina como é mais difícil estar com essas doenças em aldeias que, muitas vezes, estão ao lado dos criadouros dos mosquitos transmissores”, explicou o pesquisador.

Wanderli Tadei informou que a ideia é disciplinar os indígenas sobre como eles podem trabalhar ações de prevenção e controle. “Quando isso não acontece, essa transmissão se faz muito forte, de modo a gerar um surto, em casos de malária e dengue, nessas áreas. Então, é muito importante eles entenderem os mecanismos que podem evitar essa transmissão. Aqui, eles tem o contato com o pesquisador que está com todas as informações importantes sobre as doenças”, completou.

O evento também conta com a participação de especialistas de outros Estados brasileiros.