Publicidade
Cotidiano
Notícias

Inpa recebe Seminário Pan-Amazônico para discutir cultura e ciência

Durante o seminário, a dimensão cultural da Amazônia e sua relação com a ciência e tecnologia e inovação tecnológica diante do desenvolvimento sustentável são temas de discussão entre os convidados para participarem da mesa. 07/11/2012 às 19:10
Show 1
Seminário Pan-amazônico acontece no Inpa
acritica.com Manaus (AM)

Com o tema “Ciência e Tecnologia, Cultura e Inovação Tecnológica e sua relevância para o futuro da Amazônia continental”, a PanAmazônia, em parceria com a Fundação Amazônica e Defesa da Biosfera (FDB) e a Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi), realiza o Seminário Pan-Amazônico, que iniciou na manhã desta quarta-feira (7) no Auditório da Ciência do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI).

A abertura do evento foi realizada pelo presidente da PanAmazônia, Belisário Arce, com a contribuição da diretora executiva da Fucapi, Isa Assef e do Diretor Executivo da FDB, José Seráfico.

Entre as palestras ministradas durante o dia, o escritor e dramaturgo Márcio Souza discorreu sobre os entraves que a sociedade amazonense vem enfrentando no último século, além de discutir o vazio demográfico que existia na Amazônia na época da ditadura militar e, ainda, sobre o modelo Zona Franca de Manaus.

“A Amazônia tem que avançar na força virtual, no conteúdo criativo. As indústrias têm que produzir conteúdo ao invés de bugigangas, como a indústria tradicional. É comprovado que as cidades que dependiam exclusivamente das indústrias para se desenvolver, se deram mal, como Detroit (EUA)”, disse Souza.

A diretora técnico-científica da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), Andrea Waichman, abordou as desigualdades regionais nos investimentos em C,T&I, e o papel do Estado na redução dessas disparidades.

“Precisamos não apenas fortalecer a economia verde, mas também a economia produtiva, do Amazonas. Este é um dos desafios principais do governo e da Fapeam, para os próximos anos, pois precisamos investir no presente para garantir o futuro da Amazônia”, declarou.

Durante a tarde o coordenador de biodiversidade do Inpa, Cláudio Ruy, coordenou a mesa redonda sobre “A cooperação Pan-Amazônica e o avanço da C,T&I, na Amazônia continental”.

Programação

No segundo dia de seminários, na quinta-feira (08), a mesa redonda colocará em debate a “Ciência, Tecnologia e Inovação e sua relação com o Pólo Industrial de Manaus – o empresariado e a academia”, às 9h, com os palestrantes Bejamin Sicsú, vice-Presidente de novos negócios para a América Latina da Samsung; o coordenador de ações estratégicas (COAE/Inpa), Estevão Monteiro; o membro do Conselho Superior do Centro da Indústria do Estado do Amazonas (CIEAM), Luiz Augusto Barreto; e o doutor em física, Marcílio de Freitas.

Já a mesa da tarde discutirá “Desafios da inovação tecnológica para transformar o capital natural da Amazônia em ganhos econômicos”, às 14h, com a participação do diretor Técnico Científico da FDB, Adriano Premebida; do Secretário de Estado da Sepror/AM, Eron Bezerra; do coordenador do núcleo de Estudos e Pesquisas em Inovação da Fucapi, Guajarino Filho; o doutor em Desenvolvimento Sustentável Assessor da SEDIP/PA, Gonzalo Enriquez; e o reitor da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), José Seixas-Lourenço.