Publicidade
Cotidiano
Notícias

Internautas são contra pagamento de taxa para poços artesianos em Manaus

A maioria dos internautas do acritica.com é contra ao Projeto de Lei da Prefeitura que obriga o pagamento de uma taxa a concessionária Manaus Ambiental 01/06/2012 às 17:10
Show 1
Amazonino Mendes ( à esquerda) e o diretor da Manaus Ambiental, Alexandre Bianchi, assinam contrato de concessão
Acritica.com Manaus

A maioria dos internautas do acritica.com é contra ao Projeto de Lei da Prefeitura que obriga o pagamento de uma taxa a concessionária Manaus Ambiental, atual responsável pelo abastecimento de água na capital. A informação foi retirada da enquete disponível no site nos últimos sete dias.

Após uma semana da enquete disponível no portal, 66,9% dos votantes acreditam que a população tem o direto de usar a água que não é utilizada pela concessionária. Já 17,6% dos internautas acreditam que o uso do lençol freático do Estado deve ser livre, e por isso, não pode haver cobrança da taxa.

Apenas 12,3% dos internautas acreditam que é necessário o pagamento da taxa como forma de controle dos lençóis freáticos. E 3,1% dos votantes acreditam que quem possui poço necessariamente precisa pagar a taxa.

O Projeto de Lei foi entregue à Câmara Municipal de Manaus no último dia 25 de maio e indica que todas as pessoas que possuem poços artesianos devem pagar uma taxa para a concessionária. O contrato firmado pela prefeitura com a Manaus Ambiental aconteceu em maio deste ano sem passar por processo de licitação, e por isso está sendo investigado pelo Ministério Público Estadual (MPE).