Publicidade
Cotidiano
Notícias

Investimento em segurança pública cresce no Norte do País, aponta levantamento

De acordo com dados Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o Amazonas investiu R$ 808,74 milhões na área, em 2011 06/11/2012 às 13:52
Show 1
No Amazonas, programa de segurança Ronda no Bairro deve comtemplar toda a cidade até o final de 2012
acritica.com Manaus (AM)

Quatro bilhões de reais foram investidos em segurança pública na região Norte em 2011. Os investimentos representam um crescimento de 14,09% em relação ao ano anterior.

Desse total, os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Tocantins investiram, respectivamente, R$ 280,77 milhões, R$ 304,84 milhões, R$ 808,74 milhões, R$ 1,16 bilhão, R$ 723,02 e R$ 525,05 milhões no setor.  

Roraima foi o único Estado da região a reduzir os recursos destinados à área de Segurança Pública. No total, o Estado investiu R$ 145,59 milhões no setor em 2011, 0,7% a menos do que no ano anterior.

Os dados fazem parte da 6ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, produzido pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), apresentado nesta terça-feira (6) em São Paulo (SP).

Efetivo
Segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2011, no total, há pouco mais de 40 mil profissionais trabalhando com Segurança Pública no Norte do País: São 24,9 mil policiais militares, 12 mil civis e 3,6 mil bombeiros.

O Amazonas é o Estado com maior efetivo da Polícia Militar (PM), 7,6 mil, Pará é o que detém mais policiais civis, 2,9 mil, e Rondônia conta com mais homens no Corpo de Bombeiros, 954.

Ganhos
Na região, salário de um delegado da Polícia Civil pode variar de R$ 5.881,29 a R$ 19.173,74, sendo que os menores valores são pagos pelo Pará e os maiores por Tocantins.

Já na PM, o salário de um coronel pode variar de R$ 12.529,93 a R$ 16.624,80, sendo que os menores salários são pagos no Acre e os maiores, novamente, em Tocantins.

Veja também: Homicídios dolosos aumentaram 14,2% no Amazonas em 2011