Publicidade
Cotidiano
Notícias

Investimento natalino: Inovações ampliam vendas em Manaus

Empresários se antecipam no estoque, na variedade, qualidade e mão de obra para atender melhor a clientela e melhorar o faturamento em relação à 2011 15/12/2012 às 13:30
Show 1
O empresário Mario Oiram aumentou o quadro de funcionários na fábrica para não deixar nenhuma loja desabastecida
Auriane Carvalho ---

Depois da Páscoa, o Natal é o segundo melhor período do ano para as vendas de chocolates finos. E para atrair a atenção dos clientes, as empresas do segmento investiram na produção de novos itens, embalagens e sabores e anteciparam a disposição dos produtos nas prateleiras. Resultado: vendas imediatas e poucos produtos à mostra. Afinal, tudo é válido para chamar a atenção dos clientes e convencê-los que dar ou receber chocolates finos é delicioso.

Para corresponder à procura da clientela, o empresário amazonense Mário Oiram, da empresa Oiram Chocolates, contratou 12 pessoas para a fábrica, localizada no Distrito Industrial da Micro e Pequena Empresa (Dimpe), e mais três vendedores para a loja localizada no Vieiralves, para atender a demanda das festas de final de ano. Com a medida, ele espera superar 2011 com crescimento de 10% nas vendas.

 “Não quis cometer o mesmo erro do ano passado e deixar de atender meus clientes. Por isso, antecipei a contratação da mão de obra para atender a demanda de pedidos. Como o ano passado foi muito promissor, acredito que este ano não será diferente”, ressalta.

Além dos produtos tradicionais já disponibilizados em sua loja, o empresário aproveitou as festas de final de ano para divulgar o vinho de cupuaçu, e os molhos de pimenta e pimenta-de-cheiro, outras opções de presentes. “Desde o dia 15 de dezembro (ontem), nossa loja do Vieiralves está funcionando de 8h às 22h. Outra novidade é que estamos trabalhando cestas e rótulos personalizados, que podem conter os nomes das empresas ou fotos das famílias”, sugere.

Já a indústria Bombons Finos da Amazônia investiu em treinamento para qualificar os funcionários da fábrica e melhorar o atendimento nas lojas. O gerente de Marketing, José Alberto Silva, diz que a empresa também inovou nas aquisição das novas embalagens dos panetones, que este ano vêm dentro de latas de 700 gramas, e na fabricação das trufas com recheios.