Publicidade
Cotidiano
Notícias

Israel volta a bombardear alvos da Faixa de Gaza

Foram bombardeados o sexto andar de um edifício no qual está a sede em Gaza da agência France Press, um prédio que abrigava os escritórios da emissora árabe Al Jazeera e da agência de notícias Associated Press (AP) 21/11/2012 às 08:49
Show 1
Bombardeios a alvos da Faixa de Gaza estão no oitavo dia de ofensiva
Renata Giraldi/ Agência Brasil Manaus, Am

O Exército de Israel, diferentemente do cessar-fogo anunciado pelos palestinos, bombardeou na madrugada de hoje (21) alvos na região da Faixa de Gaza, completando o oitavo dia de ofensiva. Pelos dados preliminares, foram atingidos o Ministério da Segurança Interna do Hamas e um edifício de escritórios de vários veículos internacionais de comunicação.

Mais de 140 pessoas foram mortas e ao menos 950 ficaram feridas, segundo dados de observadores da Palestina na Organização das Nações Unidas (ONU). A maior parte das vítimas é formada por civis, inclusive crianças e mulheres.

Durante a madrugada foram bombardeados o sexto andar de um edifício no qual está a sede em Gaza da agência France Press, um prédio que abrigava os escritórios da emissora árabe Al Jazeera e da agência de notícias Associated Press (AP). Desde o início dos ataques, foram alvos locais nos quais havia escritórios de meios de comunicação social.

O observador da Palestina na ONU, embaixador Riyad Mansour, apelou ao Conselho de Segurança das Nações Unidas para que reúna os 15 integrantes e promova uma sessão extraordinária com o objetivo de discutir os confrontos na região de Gaza. Para as autoridades palestinas, o conselho deve condenar a ação israelense.

“[O Conselho de Segurança] tem de assumir as suas responsabilidades e agir para travar esse ataque contra o povo palestino”, disse o diplomata.

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa