Publicidade
Cotidiano
SUPERAÇÃO

Jovem advogado que tem paralisia cerebral lança primeiro livro neste sábado

Werner Lopes, 26, teve complicações em virtude de uma poliomelite mas não desistiu dos estudos e tornou-se advogado no início deste ano 22/04/2018 às 17:17 - Atualizado em 22/04/2018 às 17:18
Show werner1
Álik Menezes Manaus

Diagnosticado com poliomielite (paralisia infantil), o amazonense Werner de Albuquerque Lopes, 26, superou o que para muitas pessoas seria um grande obstáculo, concluiu o curso de Direito, foi aprovado na certificação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e no dia 28 deste mês lançará o livro “Crimes Passionais”, no colégio Martha Falcão, na Zona Centro-Sul.

Os crimes passionais na cidade de Manaus foram alvos de estudos do jovem durante o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). A pesquisa superou as expectativas do jovem advogado que decidiu lançar a publicação como forma de incentivar outras pessoas a não desistirem dos seus sonhos e lutarem pelos seus objetivos.

LEIA MAIS: Quer conhecer mais sobre a história de Werner? Clique aqui!

“Nele eu faço um estudo desde a questão psicológica, os motivos e até as consequências que isso gera na vida de outras pessoas”, contou Wener que recorreu a juízes e promotores do Amazonas, que atuam nessa área especificamente, para reunir uma série de informações que compõem o livro.

Lopes conta que chegou a conclusão após estudos, pesquisas e entrevistas que o número de casos está cada vez mais presente na sociedade, independente de classe social e instrução escolar, e é necessário tornar as leis mais rígidas. “Está cada vez mais presente na sociedade e a gente precisa encontrar uma maneira de endurecer as penas que hoje são muito brandas para quem comete esse tipo de crime”, afirmou.

Na época das pesquisas, o jovem coletou informações de que a cada dez homicídios de mulheres oito foram por motivos passionais. “O motivo principal é o ciúme. É preciso dar uma solução para esse tipo de crime, leis mais severas podem dar um freio nestes casos”, disse.

Perseverança

Feliz com o resultado do trabalho, o advogado aconselha que as pessoas não desistam dos seus sonhos e que problemas físicos podem se tornar o principal motivador das lutas diárias. “Eu digo sempre que nunca desistam dos seus sonhos. Basta ter fé em Deus e perseverar. Não existe obstáculo tão grande que não posso ser superado. Todos podemos”, disse ele.

Wener Lopes tornou-se bacharel em Direito em janeiro deste ano, depois de concluir o curso pelo Centro Universitário do Norte (Uninorte Laureate) e escreveu sua peça processual na segunda fase do Exame da Ordem na área penal.

O lançamento do livro será no dia 28 deste mês. A obra foi editada pela Sejamos Luz, por iniciativa dos editores e também advogados Cassius Clei Aguiar e Júlio Antônio Lopes.

Publicidade
Publicidade