Publicidade
Cotidiano
Notícias

Justiça do Amazonas decide nesta segunda (28) destino do Quinteto Fantástico

Desembargador Ari Moutinho julga nesta segunda (28) recurso dos delegados que desejam permanecer no cargo 28/05/2012 às 07:49
Show 1
Quinteto Fantástico
kleiton renzo Manaus

Nesta segunda-feira (28), os  delegados reprovados no concursos público da Polícia Civil de 2009, conhecidos como “Quinteto Fantástico”, terão o recurso em que pedem para ser mantidos nos cargos julgado pelo desembargador do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), Ari Moutinho.

Está previsto para a manhã desta segunda (28), a entrega do relatório da Comissão Especial criada pelo governador Omar Aziz (PSD), para analisar os documentos sobre o caso. Com base nele, Aziz decidirá pela exoneração ou não dos cinco delegados. A comissão é chefiada pelo secretário da Casa Civil, Raul Zaidan, e representantes da OAB-AM, PGE-AM e Controladoria do Estado.

Laura Câmara, Indra Celani leal, Herbert Ferreira Lopes, Caio César da Rocha Medeiros Nunes e Thomaz Vasconcelos foram denunciados no dia 3 de maio por A CRÍTICA por terem sido nomeados pelo então delegado-geral Mário César Nunes sem respaldo legal.

Em maio de 2010, os delegados ingressaram com ação judicial pedindo a revisão da correção das provas dissertativas e a matrícula no curso de formação. A juíza da 3ª Vara de Fazenda Pública, Etelvina Lobo, autorizou a correção mas negou a matrícula no curso.

Em 28 de maio, o juiz Jomar Fernandes, deu liminar para a matrícula no curso de formação. Em 14 de setembro de 2010, Etelvina extinguiu o processo e os delgados entraram com o recurso que será julgado hoje por Moutinho.

A reportagem tentou conversar com os membros da comissão, mas os telefones deles estavam em “caixa postal”.