Publicidade
Cotidiano
Notícias

Justiça Eleitoral detecta poucos incidentes nas primeiras horas de votação no Amazonas

Os casos registrados não comprometem o andamento do pleito eleitoral no Estado. A denúncia mais grave é referente a uma suposta compra de fotos em Nhamundá 07/10/2012 às 10:48
Show 1
Desembargadora Socorro Guedes
Evelyn Souza Manaus

Poucos incidentes foram detectados pela justiça eleitoral nas primeiras horas de votação deste domingo (7). De acordo com a desembargadora do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), corregedora e ouvidora do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AM), Socorro Guedes, os casos registrados em Manaus e no interior do Amazonas não prejudicam o andamento do pleito.

No município de Santo Antônio do Içá (distante a 880 quilômetros de Manaus), o pleito acontece com tranquilidade, apesar da chuva forte que cai na cidade.

Já em Caapiranga (distante a 134 quilômetros de Manaus), uma urna eletrônica apresentou problema técnico e precisou ser trocada.

Compra de votos

Na cidade de Nhamundá (distante a 383 quilômetros de Manaus) houve um denúncia com relação à compra de votos em comércio da cidade.

“Recebi uma denúncia de que estaria acontecendo esse tipo de crime eleitoral. Entrei em contato com a magistrada do município, que nos informou que ontem (6) alguns valores foram apreendidos com comerciantes por conta de denúncias. A origem de todo o dinheiro apreendido será investigada e caso não seja comprovado o envolvimento da verba com ‘crime eleitoral’, ele será devolvido aos comerciantes”, declarou a desembargadora.

Entre outras coisas a corregedora do TRE/AM ressalta que os eleitores levem suas colas para as urnas, assim como pede que eles denunciem qualquer crime eleitoral, pelo disque denúncia no (92) 3663-5859/  9143-2012.