Publicidade
Cotidiano
recesso parlamentares

Mais dois deputados estaduais disponibilizam atendimento ao público durante o recesso parlamentar do início do ano

O número de deputados estaduais que decidiram manter o atendimento público durante as férias chega a 20 06/01/2012 às 09:05
Show 1
Deputado Artur Bisneto (PSDB) adotou o gabinete aberto nesse recesso
Lúcio Pinheiro Manaus

As assessorias de imprensa dos deputados estaduais Arthur Bisnetos (PSDB) e Marcos Rotta (PMDB) informaram ontem que os gabinetes dos parlamentares também estão funcionando durante o recesso parlamentar da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM), que acontece neste mês de janeiro.

Na última quarta-feira, A CRÍTICA esteve na sede da ALE-AM e encontrou fechados os gabinetes de Arthur Bisneto, Marcos Rotta, Vicente Lopes (PMDB), Francisco Souza (PSC), Wanderley Dallas (PMDB) e Marco Antônio Chico Preto (PSD).

 No total, 18 dos 24 deputados estavam com seus gabinetes abertos. Deputados e assessores entrevistados informaram na quarta-feira, 4, que reduziram as equipes, mas permaneceriam trabalhando.

 Segundo a assessoria de imprensa de Arthur Bisneto, o gabinete abriu na última quarta-feira, e continuará funcionando durante o recesso. Já o deputado gozará do período de folga e não despachará este mês na ALE-AM.

A assessoria de imprensa de Marcos Rotta, que também é o 1º vice-presidente da ALE-AM, informou que o parlamentar está de férias no Paraná, mas deixou o gabinete em atividade.

Para as assessorias de Bisneto e Rotta, os funcionários de serviço na quarta-feira (4), deveriam ter saído para almoçar, por isso a reportagem encontrou os gabinetes fechados. A CRÍTICA esteve na ALE-AM das 10h as 12h do dia 4.

 Os gabinetes de Francisco Souza, Wanderley Dallas e Marco Antônio Chico Preto já mantinham avisos nas portas informando que permaneceriam fechados durante o recesso. Na porta do gabinete de Vicente Lopes não havia a informação. O deputado não atendeu as chamadas feitas ao telefone 91xx-xx80. Os telefonemas feitos ao gabinete do parlamentar às 16h de ontem também não foram atendidos.

 Diferente de outros trabalhadores, os deputados têm 45 dias de férias, conhecidos como recesso parlamentar. O período de folga acontece no mês de janeiro, quando eles podem ficar por 30 dias livres de suas obrigações. E no mês de julho, quando a Assembleia Legislativa entrará em recesso novamente, desta vez por 15 dias.

O recesso parlamentar do início do ano termina no dia 31 de janeiro. Em 2011, o ex-presidente da ALE-AM, deputado Belarmino Lins (PMDB), propôs, mas os colegas de parlamento não quiseram acabar com o recesso de 15 dias do mês de julho. O projeto foi arquivado sem sequer ser discutido ou votado no plenário.

Cooperação técnica municipal

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM), deputado Ricardo Nicolau (PSD), afirmou ontem que, na volta do recesso, a Casa colocará em prática o Centro de Cooperação Técnica do Parlamento Estadual com as câmaras municipais do interior do Estado.

O programa de Cooperação Técnica da ALE-AM foi proposto pela Mesa Diretora da Casa e aprovado em dezembro de 2011. Segundo Ricardo Nicolau, por meio do projeto, a Casa vai poder auxiliar as Câmaras por meio de cursos técnicos. “Vamos prestar assessoria técnica em formulação de projetos de lei, Regimento Interno, prestação de contas, auditoria, tudo relacionado ao trabalho legislativo”, explicou o deputado.

 Nicolau disse que os cursos oferecidos aos servidores das Câmaras serão ministrados por meio de vídeo conferências, usando a estrutura dos polos da UEA no interior.