Publicidade
Cotidiano
Notícias

Manaus é a 23ª cidade mais violenta do mundo, aponta levantamento de ONG mexicana

Entre 50 cidades pesquisadas em todo o mundo, 21 são brasileiras e, entre estas, Fortaleza aparece como a primeira, seguida por outras capitais nordestinas; Manaus é a oitava no ranking nacional 25/01/2016 às 21:13
Show 1
Cidade é a oitava mais violenta do País, segundo o levantamento
acritica.com ---

Manaus é a 23ª cidade mais violenta do mundo e a 8ª do Brasil entre as 50 pesquisadas por uma Organização Não Governamental (ONG) mexicana nos cinco continentes. Desse total, 21 são cidades brasileiras e entre essas, Fortaleza aparece como a primeira, seguida por outras capitais nordestinas. As 50 cidades foram avaliadas pela maior taxa de homicídios por 100 mil habitantes no ano passado.

A lista, divulgada anualmente pelo Conselho Cidadão para a Segurança Pública e a Justiça Penal, leva em conta o número de homicídios por 100 mil habitantes e inclui apenas cidades com 300 mil habitantes ou mais. Foram excluídos países que vivem “conflitos bélicos abertos”, como Síria e Iraque.

Apesar de o Brasil ser o país com mais representantes, o maior índice de violência foi detectado nas cidades da Venezuela. A taxa média brasileira foi de 45,5 homicídios por 100 mil habitantes e a venezuelana, de 74,65. Caracas, capital do país, lidera o ranking geral, com 119,87 homicídios dolosos para cada 100 mil habitantes. Primeiro lugar por 4 anos seguidos, San Pedro Sula, em Honduras, conseguiu reduzir o número de homicídios e passou para o segundo lugar. San Salvador, capital de El Salvador, ficou em terceiro.

Das cidades brasileiras, a primeira a aparecer é Fortaleza, em 12º lugar. Em seguida vem Natal, em 13º, Salvador e região metropolitana, em 14º, e João Pessoa (conurbação), em 16º. Belo Horizonte, que figurava na lista do ano anterior, desta vez não apareceu. O contrário aconteceu com 3 cidades brasileiras, que estavam fora da lista de 2014, mas entraram na de 2015:  Feira de Santana (27º), Vitória da Conquista (36º) e Campos dos Goytacazes (39º).

Também aparecem Maceió (18º lugar), São Luís (21º), Cuiabá (22º), Manaus (23º), Belém (26º), Goiânia e Aparecida de Goiânia (29º), Teresina (30º), Vitória (31º), Recife (37º), Aracaju (38º), Campina Grande (40º), Porto Alegre (43º), Curitiba (44º) e Macapá (48º).