Publicidade
Cotidiano
ENSINO

Meio século após início da internet, ensino online começa a se consolidar no Brasil

A Educação a Distância cresceu mais de 7% no Brasil no último ano e já são quase 10 milhões de brasileiros investindo em cursos livres online 16/05/2018 às 09:10
Show ead
Foto: Divulgação
acritica.com

No final da década de 1960, quatro pessoas conectadas à rede ARPANET deram início à trajetória do que hoje é a internet. Pouco mais de meio século depois, essa tecnologia mudou drasticamente a sociedade – muitas vezes referida como uma “sociedade orientada por dados" ou “sociedade conectada”. Já são quase 4 bilhões de usuários em todo o mundo, o que corresponde a 53% da população global. A IBM estima que cerca de 2,5 trilhões de bytes de dados são criados por dia, todo dia. Além de servir como uma porta para o mundo, esse cenário abre espaço para diversas possibilidades de negócios, até mesmo dentro da área de ensino.

Uma prova disso está na movimentação financeira do setor online, que em 2017 atingiu a marca de US$ 1 bilhão. Já o mercado global para empresas do ramo da Tecnologia Educacional, as EdTechs, deve valer mais de US$ 250 bilhões até 2020, crescendo cerca de 17% ao ano, aos passos que a educação à distância (EaD) aumentou 7,2% apenas no Brasil ao longo de 2017, sendo a modalidade de aprendizagem que mais cresce no país. A Udemy, maior plataforma global de ensino online, com sede no Vale do Silício e prestes a inaugurar seu primeiro escritório em solo brasileiro, vive essa efervescência digital e, em alusão ao Dia Mundial da Internet, celebrado nesta quinta-feira (17), frisa que a educação, seja na forma de aprender ou de ensinar, está evoluindo rapidamente.

“A internet mudou completamente a forma de ensinar. Você não precisa mais se basear apenas em livros e conhecimentos locais, ao mesmo tempo em que possibilita o acesso a praticamente qualquer informação”, comenta João Paulo de Lira, instrutor brasileiro na Udemy, com mais de 30 mil alunos espalhados pelo mundo. “O EaD muda completamente a forma como se ensina, porque você pode atingir milhares de pessoas de lugares totalmente diferentes ao mesmo tempo. Assim como muda a forma de aprendizagem, que pode ser a qualquer hora e de qualquer lugar”, acrescenta.

Seja para aprender, praticar ou se atualizar, no campo pessoal ou profissional, o ensino online tem a vantagem de se adaptar à necessidades distintas dos alunos e instrutores. Segundo a Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED), a educação a distância já alcançou uma grande relevância e “a tendência é que cada vez mais estudantes, profissionais de todos os ramos e indivíduos com os mais variados objetivos se renda a EaD”. De acordo com um recente censo da ABED, já são quase 10 milhões de brasileiros investindo em cursos livres, a modalidade que mais cresce dentro deste universo.

Renda extra como vantagem

Para o instrutor João Paulo, especialista em técnicas de Excel e com seis cursos na plataforma Udemy, uma das maiores vantagens para quem ensina online é o alcance. “Pude ter mais de 30 mil alunos, enquanto que presencialmente eu levaria vários anos para atingir essa marca. E não só na escala por quantidade de alunos, mas por regiões, países e inclusive como trabalho e fonte de renda. Outra coisa: você não precisa produzir o mesmo curso de forma repetida – um trabalho muito bem feito é replicado milhares de vezes para diferentes alunos e você pode estar constantemente buscando novas iniciativas ou cursos e melhorias nos que você já têm. Isso tudo sem citar a fonte de renda alternativa que isso se torna.”

João Paulo cita ainda outras facilidades que o ensino online possibilita, como o fato do tempo de criação de um curso se adaptar à sua agenda e usar esse curso para gerar uma renda, seja principal ou alternativa: “Por conta dessa escala de volume de alunos do Brasil e do resto do mundo, a renda extra pode ser realmente muito boa. Eu, por exemplo, vivo atualmente quase 100% da renda dos cursos online na Udemy.”

“Trabalhando com a preparação de jovens e profissionais para o mercado de trabalho, percebo cada vez mais que se aperfeiçoar em habilidades específicas da sua área é fundamental. Com todo o dinamismo do mercado de trabalho, ganha destaque quem consegue se diferenciar, com suas experiências e conhecimentos. Vejo muita gente com dificuldade de entrar e se manter no mercado de trabalho por falta de habilidades que poderiam aprender em cursos online, de forma rápida e eficiente”, avalia João Paulo.

Estamos preparados?

Para Sergio Agudo, Country Manager da Udemy para o Brasil, a tecnologia é, cada vez mais, um catalizador da mudança. “Nossa missão é melhorar a vida das pessoas através do aprendizado e nem sempre os melhores professores estão nas salas de aula. É por isso que nos preocupamos mais em levar o conhecimento ao aluno ao invés de obrigá-lo a estar na sala de aula. Para isso, é necessário adaptar o conteúdo ao nível de conhecimento de cada aluno e ao estilo ideal de aprendizado, algo que só pode ocorrer com a internet”, conclui.

Sistemas educacionais como o da Udemy também têm um importante papel de adaptar a oferta de treinamento à novas tecnologias e áreas como Realidade Aumentada, Inteligência Artificial ou Ciência de Dados, para as quais suas agendas devem ser constantemente atualizadas de acordo com a realidade profissional.  “Cerca de 65% dos atuais alunos do ensino básico vão trabalhar em profissões que ainda não existem. Como vamos nos preparar para isso? No futuro, o aprendizado aplicado e colaborativo será a norma, orientado pelo comportamento pessoal de cada aluno”, prevê Sergio Agudo.

Sobre Udemy

Udemy foi fundada em 2010 com o objetivo de melhorar a vida das pessoas através da aprendizagem. A Udemy é um marketplace global de ensino e aprendizado online, no qual mais de 20 milhões de alunos aprendem com um extenso catálogo de mais de 65 mil cursos ministrados por instrutores especialistas, em mais de 50 idiomas diferentes. Seja aprender para desenvolvimento profissional ou enriquecimento pessoal, os alunos podem dominar novas habilidades em seu próprio ritmo, com conteúdo sob demanda, enquanto os instrutores têm uma maneira de compartilhar seus conhecimentos com o mundo inteiro. A Udemy é uma empresa privada e está sediada em San Francisco, Califórnia, com escritórios na Irlanda, na Turquia e, em breve, no Brasil.

Publicidade
Publicidade