Publicidade
Cotidiano
Notícias

Merenda escolar roubada seria usada para alimentar porcos, diz acusado

Os policiais chegaram até os suspeitos de roubar 45 caixas destinadas à merenda de alunos da rede pública após denúncias anônimas. Dois parentes do adolescente, que conseguiram fugir, são procurados pela polícia de Manicoré, no interior do Amazonas     13/12/2012 às 20:12
Show 1
Polícia apreende 45 caixas de polpa de frutas roubadas que seriam destinada à merende escolar
Bruno Strahm Manaus (AM)

Um adolescente de 17 anos foi detido pela polícia militar nesta quinta-feira (13), acusado de roubar 45 caixas que continham polpa de frutas destinada à merenda escolar de um colégio estadual do município de Manicoré (a 332 quilômetros de Manaus).

Na delegacia, o suspeito alegou que um irmão e um primo dele estão envolvidos no caso. Ele disse ainda que não houve roubo, pois a polpa – que estaria para ter seu prazo de validade vencido –  faria parte de uma doação da diretora do colégio à sua família, para misturar com a ração e alimentar os porcos de sua criação.


Os policiais averiguaram a data de vencimento dos produtos armazenados nas caixas e descartaram a versão do adolescente, pois a data limite está marcada para 2014.

A diretora do colégio não foi encontrada pela polícia para prestar esclarecimentos, mas já está intimada a comparecer à delegacia para depor.

Cada caixa apreendida contém aproximadamente 10 litros de polpa; o valor estimado de cada uma ainda não foi divulgado.


O caso
Segundo informações da polícia de Manicoré, os policiais chegaram até os suspeitos após denúncias anônimas. Eles foram avisados de que uma Kombi estava em frente ao colégio Ginásio Pedro Aguirre, localizado no Centro da cidade, abastecendo o veículo com as caixas.

Após uma procura, os policiais encontraram o mesmo veículo estacionado em um sítio, com três homens descarregando o material. Ao avistar a polícia, dois deles fugiram, deixando o adolescente para trás.