Publicidade
Cotidiano
Notícias

Ministério da Saúde investe R$ 1 bi nos hospitais universitários

Criado em 2010, o REHUF visa melhorar a gestão hospitalar no campo da assistência e do ensino, bem como a gestão administrativa e financeira 04/01/2013 às 13:35
Show 1
Com as obras, o HUGV terá estrutura física dez vezes maior que a atual.
Ubirajara Rodrigues/Agência Saúde Manaus, AM

O Ministério da Saúde investiu 1,39 bilhão no Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários (REHUF), desenvolvido e financiado em parceria com o Ministério da Educação. O montante corresponde ao total transferido nos três anos de existência dessa ação. O recurso é destinado ao custeio de atividades assistenciais e de ensino, obras, reformas e a compra de equipamentos, para a melhoria da estrutura dessas instituições.

Do valor aplicado na melhoria dos hospitais universitários, desde 2010, o maior volume de recursos foi destinado ao custeio das unidades, totalizando R$ 904,4 milhões, ou 65% do total do investimento. Outros R$ 488,1 milhões contribuíram para a compra de novos equipamentos e a reforma ou ampliação das unidades.

Criado em 2010, o REHUF visa melhorar a gestão hospitalar no campo da assistência e do ensino, bem como a gestão administrativa e financeira. Os benefícios abrangem tanto o acesso e a qualidade dos serviços prestados à população, quanto às condições de trabalho e de ensino para os alunos de graduação e pós-graduação na área da saúde.

“Os hospitais universitários são nossos parceiros na prestação de serviços à população e referência no atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) com tecnologias de ponta. Ao repassar os recursos, estamos firmando o compromisso dessas instituições com as redes prioritárias do Ministério da Saúde e integrando-os cada vez mais ao SUS”, afirma o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Ele lembra ainda que os hospitais universitários são importantes formadores de profissionais para a rede pública.

Somente em 2012, o total repassado foi de R$ 585 milhões aos 45 hospitais que fazem parte dessa ação. O montante é R$ 85 milhões a mais do que foi investido de 2011. O  valor do ano passado foi definido pelo ministério juntamente com as instituições em reuniões ocorridas no primeiro semestre de 2012, nas quais foram pactuados indicadores e metas de desempenho, que subsidiam a distribuição dos recursos. Em 2012, por exemplo, a divisão de recursos por bloco de financiamento foi a seguinte: R$ 270 para custeio; R$ 180 milhões para a realização de obras de reforma; e R$ 135 milhões destinados à aquisição de equipamentos. Além do financiamento do REHUF, o Ministério da Saúde repassa recursos para o pagamento de procedimentos realizados pelos hospitais durante o atendimento de pacientes.

REFORÇO - Os hospitais universitários são vinculados às instituições de ensino superior do Ministério da Educação, responsável pelo pagamento dos profissionais concursados. Já o Ministério da Saúde repassa recursos para o custeio dos serviços prestados à população nas unidades, recursos do REHUF, entre outros incentivos.

Os recursos do REHUF beneficiam diretamente a 45 hospitais e, indiretamente, a outras duas unidades de saúde ligadas às universidades. Essas instituições estão localizadas em 32 cidades do país, sendo 22 capitais. Em 2013 haverá a inclusão de mais uma unidade: o Hospital da Universidade Federal do Piauí.

REHUF 2010 – 2012

Total investido = R$ 1,39 bilhão

Custeio = R$ 904,4 milhões
Reforma = R$ 274,3 milhões
Novas construções + compra de equipamentos = R$ 214,1 milhões.