Publicidade
Cotidiano
Notícias

Ministro e Infraero inauguram novo aeroporto em Tabatinga (AM) nesta sexta-feira (22)

No Aeroporto Internacional de Tabatinga, no extremo Oeste do Estado, tanto as salas de embarque e desembarque quanto a área do terminal de passageiros foram ampliadas - esta última terá, agora, mais de 5 mil m² de espaço 21/01/2016 às 14:46
Show 1
Aproximadamente R$ 20 milhões foram investidos pela Infraero nas instalações de Tabatinga
acritica.com Manaus (AM)

Os novos terminais de passageiros dos aeroportos de Tabatinga, no Amazonas, e Santarém, no Pará, serão inaugurados inauguram nesta sexta-feira (22) e no sábado (23), respectivamente. O ministro da Aviação, Guilherme Ramalho, e o presidente da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Gustavo do Vale, são responsáveis pelo evento oficial.

Ao todo, foram investidos quase R$ 30 milhões na reforma e ampliação desses terminais (sendo que o do Amazonas custou cerca de R$ 20 milhões), com recursos provenientes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). No Aeroporto Internacional de Tabatinga, no extremo Oeste do Estado, tanto as salas de embarque e desembarque quanto a área do terminal de passageiros foram ampliadas - esta última terá, agora, mais de 5 mil m² de espaço.

O aeroporto no Amazonas, que também serve como base de apoio para o Exército Brasileiro, pela sua proximidade com países como Peru e Colômbia, também ganhou nova praça de alimentação e ampliações nas áreas de check-in, administrativo e serviço.

As obras foram anunciadas em outubro de 2013, com duração inicial estimada em 14 meses. Seguindo este primeiro cronograma, o novo aeroporto será inaugurado com mais de um ano de atraso. Na época, o então superintendente da Infraero na Regional Noroeste, Rubem Ferreira Lima, disse que as obras de Tabatinga demonstram o grau de comprometimento da empresa com o desenvolvimento do país.

“A Infraero está investindo não somente na melhoria da infraestrutura do terminal, mas também contribuindo para que o município se desenvolva e cresça, atraindo mais empresas aéreas para a localidade e gerando, dessa forma, mais empregos para a região”, destacou.