Publicidade
Cotidiano
Notícias

Mitouso concorrerá a prefeitura de Coari (AM)

Mitouso conseguiu a adesão até mesmo de tradicionais adversários políticos, como seu opositor nas últimas eleições, o professor Vicente Lima, conhecido como Negão em Coari, de quem venceu por pouco mais de mil votos e que estava na convenção. 30/06/2012 às 17:38
Show 1
Mitouso irá disputar a eleição a prefeitura de Coari (AM)
acritica.com Manaus

O prefeito de Coari (município distante 370 quilômetros de Manaus) Arnaldo Mitouso (PMN), confirmou sua candidatura à reeleição, em convenção realizada neste sábado (30) na Associação dos Mototaxistas Azulzinhos, que foi escolhido por se tratar de uma categoria que durante quase dez anos, apoiou o grupo político do ex-prefeito Adail Pinheiro, e nesta eleição decidiu apoiar o atual prefeito.

Mitouso conseguiu a adesão até mesmo de tradicionais adversários políticos, como seu opositor nas últimas eleições, o professor Vicente Lima, conhecido como Negão em Coari, de quem venceu por pouco mais de mil votos e que estava na convenção.

Mais de nove mil pessoas lotaram o clube, a área externa e paralisaram até mesmo o trânsito nas ruas próximas ao evento. A coligação “Mitouso de Novo com a Força do Povo” reúne dez partidos (PMN/PR/PTN/PT do B/PPS/PC do B/PSL/PT/PP e PTC) que manifestaram apoio à reeleição de Mitouso e de seu vice, o empresário Railson Torres (PPS), a mesma chapa que venceu as eleições suplementares de 2009. A coligação possui 62 candidatos a vereadores.

 “Vou fazer uma coisa que eu não gosto, porque não sou de mandar recado, mas quero mandar um recado aos meus adversários, quem pensa que Mitouso e Railson estão mortos, se enganou redondamente. É só eles virem aqui pra ver o que está acontecendo aqui”, declarou.

 Outros dois candidatos a prefeito de Coari fizeram suas convenções também neste sábado. “E não tem qualquer clima de guerra como havia antes. Taí o povo nas ruas, com as cores do seu candidato, manifestando sua preferência livremente numa grande festa da democracia. Hoje Coari é livre”, destacou Mitouso.


*Com informações de assessoria