Publicidade
Cotidiano
Notícias

Mobilização com pouco público

Reunião convocada para mobilizar gestores dos municípios para as conferências acabou esvaziada. Os conselheiros que participaram do seminário foram André Queiroz, Ênio Nonato de Oliveira e Gilberto Aguiar 23/02/2013 às 09:07
Show 1
Conselheiro das Cidades, Enio Oliveira destacou a importância dessas reuniões
Florêncio Mesquita ---

Os municípios do Amazonas têm até agosto deste ano para realizar conferências sobre problemas urbanos que vão do saneamento básico e moradia até mobilidade e saúde. As propostas municipais farão parte das discussões da conferência estadual e posteriormente da 5º Conferência Nacional das Cidades.

O primeiro passo para as conferências foi dado nesta sexta-feira (22), mas com um público bem pequeno. Os conselheiros André Queiroz, Ênio Nonato de Oliveira e Gilberto Aguiar, que representam o Ministério das Cidades, realizaram em parceria com o Governo do Estado, um seminário, em Manaus, para mobilizar representantes do interior e capital sobre a importância das conferências municipais. Poucos representantes apareceram.

Segundo Ênio Oliveira, a conferência é a chance de cada município discutir problemas e encaminhá-los para soluções.

A conferência nacional ocorrerá de 20 a 24 de novembro em Brasília. As conferências visam criar propostas para integrar políticas públicas da União.