Publicidade
Cotidiano
Manifestação D. Pedro

Moradores do bairro D. Pedro vão fazer Ação contra a Violência pedindo segurança pública em Manaus

Moradores foram convocados a participar de manifestação pacífica pedindo mais segurança para o bairro 08/01/2012 às 16:36
Show 1
Concentração do manifesto vai ser na praça de alimentação do D. Pedro
Cassandra Castro Manaus

O ano de 2011 ficou marcado para os moradores do bairro D. Pedro, Zona Centro-Oeste de Manaus como complicado no quesito segurança. A sensação de insegurança motivou os moradores a se reunirem nesta segunda-feira(09),a partir das 7h, para fazerem uma manifestação pacífica chamada de “Ação contra a Violência”que pretende chamar a atenção das autoridades para o problema.

Osnir de Nazaré Oliveira Gusmão mora há 36 anos no bairro e confessa que nunca se sentiu tão inseguro quanto em 2011. “ Um crime que aconteceu aqui no fim do ano passado , a morte do Diego Trindade, um rapaz que nasceu no bairro, causou comoção na comunidade”.  O morador conta que a comunidade e a Associação do bairro realizam todos os meses, reuniões para avaliar as ocorrências de violência registradas. A última reunião feita foi no dia 20 de dezembro, seis dias antes da morte de Diego.

“ Estamos preocupados porque a Cicom que nos atende aqui é a 10ª que contava com 45 soldados. Este efetivo foi reduzido para 21 homens, se com o efetivo antigo já vivíamos inseguros, imagine agora”, desabafa o morador. “ Chegamos a um ponto de sairmos de casa sem saber se iremos voltar ou se nossos filhos vão voltar em paz”.

Osnir Gusmão conta que as ocorrências de assaltos são quase diárias. Ele também teme pelos reflexos que serão trazidos com a implantação do Ronda nos bairros. “ A própria polícia já comentou que quando a Ronda nos Bairros começar nas Zonas Norte e Leste, os bandidos vão “ migrar” para as outras zonas da cidade. Estamos preocupados”.

 Os moradores vão estar concentrados a partir das 7h da manhã na praça de alimentação. Eles pretendem fechar a avenida D. Pedro por alguns minutos e talvez também façam o mesmo na avenida Pedro Teixeira. “ Queremos que as autoridades tomem conhecimento da nossa situação aqui”, finalizou o morador.