Publicidade
Cotidiano
Notícias

MPT encontra irregularidades na segurança durante Festival de Parintins (AM)

O relatório feito que apontará irrgularidades durante o 47º Festival de Parintins será divulgado nesta semana. 02/07/2012 às 15:23
Show 1
O documento apresentará o resultado das inspeções realizadas tanto às vésperas do Festival nos galpões e nas três noites de apresentação
acritica.com Manaus

Após o resultado do 47º Festival Folclórico da Ilha Tupinambarana, o relatório de fiscalização que apontará as irregularidades constatadas pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) durante inspeção aos bois bumbás Garantido e Caprichoso em Parintins será divulgado.

Elaborado pelo procurador chefe do MPT 11.ª Região Jeibson dos Santos Justiniano, o documento apresentará o resultado das inspeções realizadas tanto às vésperas do Festival nos galpões - onde as alegorias estavam sendo confeccionadas -, quanto nas três noites de apresentação das agremiações.

Nos galpões, a fiscalização tinha como base verificar se os bois estavam cumprindo uma notificação feita em março deste ano e que recomendava a imediata adoção de 21 obrigações, a maioria referente a saúde e segurança do trabalho.

Apesar da recomendação e do trabalho preventivo que o MPT vem desenvolvendo, Jeibson Justiniano constatou várias irregularidades. Entre elas, a falta do uso de equipamentos de segurança individual, a não organização do ambiente de trabalho com estruturas metálicas, ferros, tecidos, isopores, madeiras e outros materiais semelhantes obstruindo as rotas de fuga; lixo espalhado pelo ambiente de trabalho e falta de higiene nos banheiros.

Durante as noites de apresentações, a fiscalização verificou o uso de capacetes e luvas pelos homens que trabalham empurrando as alegorias na arena. “O objetivo do MPT não é prejudicar a realização do Festival e sim fazer um trabalho de educação pedagógica, informando aos fiscais e diretores dos bois as irregularidades encontradas para que no próximo festival o trabalho seja melhorado”, explicou o procurador chefe.

Procurador-Geral do Trabalho participa das atividades do MPT em Parintins

O procurador-geral do Trabalho, Luis Antônio Camargo de Melo acompanhou a inspeção realizada pelo MPT durante a primeira noite de espetáculo e reforçou a necessidade do uso dos equipamentos de segurança por parte dos trabalhadores na arena. “Não podemos esquecer de preservar a segurança de quem faz o festival e é aí que entra o trabalho do MPT que ao exigir o uso de equipamentos. Não queremos que acidentes tirem o brilho de Parintins”, disse o procurador-geral.

Camargo participou, no sábado (30), junto com o procurador chefe do MPT 11ª Região, da segunda reunião de avaliação da Secretaria de Cultura do Estado. As reuniões aconteceram, ainda, na sexta-feira (29) e no domingo (01), onde todos os órgão envolvidos na organização do Festival puderam discutir os problemas surgidos nas noites de espetáculo e encontrar soluções que garantissem o sucesso do evento.