Publicidade
Cotidiano
CHUVA

Municípios de Novo Aripuanã e Manicoré decretam 'Emergência' devido à enchente

Em Novo Aipuanã, 2.500 famílias foram afetadas, principalmente nas comunidades localizadas em rios. Manicoré registrou 300 famílias com problemas 23/04/2018 às 12:34
Show defesa civil 3333
A Defesa Civil informou trâmites burocráticos foram realizados nas cidades (Foto: Divulgação/Defesa Civil)
acritica.com* Manaus (AM)

Após uma semana de orientação e avaliação técnica dos agentes da Defesa Civil do Amazonas no município de Novo Aripuanã, localizado a 227 quilômetros de Manaus, em linha reta, na Calha do Madeira, o executivo municipal decretou “Situação de Emergência”, ocasionada pela evolução do nível do rio, danos humanos, ambientais e materiais. Manicoré, localizado a 332 quilômetros da capital, em linha reta, que também passou por avaliação no mês passado, entra em situação emergencial.

“Enviamos nossos técnicos para a avaliação do cenário do desastre em Novo Aripuanã e Manicoré. Constatado a emergência, todos os trâmites burocráticos foram realizados nas cidades, para que o plano de resposta do Estado possa ser executado”, informou o secretário do órgão, Fernando Pires Junior.

Em Novo Aipuanã, 2.500 famílias foram afetadas, principalmente nas comunidades localizadas nos rios Madeira, Mariepaua, Acaraí e Aripuanã, além da estrada NAP 01. A cidade já apresenta perda da produção agrícola de subsistência e na criação de animais.

Manicoré registrou 300 famílias afetadas na zona rural, também com prejuízos na produção rural.

Estiagem

 Os municípios em “Situação de Emergência” por estiagem, na calha do Rio Negro (São Gabriel da Cachoeira e Santa Isabel do Rio Negro, localizados a 852 e 630 quilômetros de Manaus, respectivamente) serão contemplados com ajuda humanitária dos Governos Federal e Estadual. A Defesa Civil do Estado está em fase final da execução do plano de atendimento ao desastre.  Estão previstos aproximadamente 12 toneladas de cestas básicas,  água potável, kits de higiene e medicamentos as famílias afetadas.

Balanço da Enchente 2018:

Situação de Emergência: Dois (02) municípios

Apuí (Calha do Madeira)

Novo Aripuanã (Calha do Madeira)

Manicoré (Calha do Madeira)

Estado de Alerta: 05 municípios

Humaitá (Calha do Madeira)

Borba (Calha do Madeira)

Nova Olinda do Norte (Calha do Madeira)

Estado de Atenção: 12 municípios

Boca do Acre (Calha do Purus)

Pauiní (Calha do Purus)

Lábrea (Calha do Purus)

Canutama (Calha do Purus)

Tapauá (Calha do Purus)

Beruri (Calha do Purus)

Guajará (Calha do Juruá)

Ipixuna (Calha do Juruá)

Eirunepé (Calha do Juruá)

Envira (Calha do Juruá)

Itamarati (Calha do Juruá)

Carauari (Calha do Juruá)

Balanço da Estiagem 2018:

Municípios em Situação de Emergência: Dois municípios

São Gabriel da Cachoeira (Calha do Alto Rio Negro)

Santa Isabel do Rio Negro (Calha do Alto Rio Negro) 

Estado de Alerta: Um município

Barcelos (Calha do Alto Rio Negro)

*Com informações de assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade