Publicidade
Cotidiano
Notícias

Nível da reserva técnica do Sistema Cantareira chega a 11,7%

O sistema Cantareira, que fornece água para 9 milhões de pessoas na Grande São Paulo e para as bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, sofre a maior falta de chuva de sua história 26/08/2014 às 17:48
Show 1
População de São Paulo passa por racionamento por conta da falta de chuva que deixou seco o Sistema Cantareira
Fernanda Cruz (Agência Brasil) São Paulo (SP)

O volume de água da reserva técnica do Sistema Cantareira atingiu 11,7 %, segundo medição de hoje (26) da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Há um ano, o nível dos quatro reservatórios que compõem o Cantareira estava em 48,4%, descontada a reserva técnica.

Desde maio, o abastecimento em parte do estado passou a depender da reserva técnica ou volume morto - água que fica abaixo do nível de bombeamento. Com o reforço, os 182,5 bilhões de litros de água elevaram, na época, o total armazenado para 982,07 bilhões de litros. O Cantareira, que fornece água para 9 milhões de pessoas na Grande São Paulo e para as bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, sofre a maior falta de chuva de sua história.

A situação crítica levou a Sabesp, na semana passada, a solicitar à Agência Nacional de Águas (ANA) e ao Departamento de Águas e Energia Elétrica (Daee) autorização para ampliar a retirada de água da reserva técnica. Apesar de não haver necessidade de bombeamento adicional, segundo a Sabesp, a medida preventiva é para dispor de mais 106 bilhões de litros de água da reserva, especificamente da Represa Jaguari/Jacareí.