Publicidade
Cotidiano
Notícias

No segundo bloco, candidatos apresentam suas propostas de governo

No segundo bloco do debate, onde cada candidato teve a oportunidade de escolher um adversário para fazer uma pergunta de sua escolha, os temas que estiveram em pauta como saúde e prevenção, educação, projetos sociais já em andamento e abastecimento de água, foram recorrentes nos discursos da maioria dos candidatos 02/08/2012 às 23:53
Show 1
Primeiro debate dos candidatos à Prefeitura de Manaus
Ana Carolina Barbosa Manaus

No segundo bloco do debate, onde cada candidato teve a oportunidade de escolher um adversário para fazer uma pergunta de sua escolha, os temas que estiveram em pauta como saúde e prevenção, educação, projetos sociais já em andamento e abastecimento de água, foram recorrentes nos discursos da maioria dos candidatos.

Desta vez, quem abriu o bloco foi o ex-prefeito Serafim Corrêa (PSB), que entre questionamentos e respostas relembrou a construção da Maternidade Moura Tapajós durante sua gestão e o programa ‘Remédio Fácil’, que, segundo ele, beneficiaram milhares de pessoas.

Arthur reconheceu que houve melhorias nos indicativos da saúde no passar dos anos, mas lembrou que as 161 casinhas do ‘Médico da Família’ fazem a cobertura de apenas 20% da população. O tucano disse que pretende ampliar para 325 equipes este número, muito embora saiba que Manaus precisa de 700 postos de atenção básica.

Ele também citou a importância da prevenção dos cânceres de colo uterino e mama e propôs a criação de um centro para tratamento de portadores de doenças mentais, e o mesmo para usuários de drogas.

Serafim, por sua vez, acha viável a implantação do “Mãe Manauara”, projeto que prevê a inserção de mulheres grávidas em um programa que contempla exames de pré-natal. “Vamos desapropriar a Santa Casa (de Misericórdia), que servirá de sede para o programa”, afirmou.

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) criticou Serafim por ter feito apenas uma creche e respondeu à especulação do socialista de que ela teria buscado seu vice na estrutura da prefeitura, já que Vital Melo era secretário do atual prefeito Amazonino Mendes (PDT) antes de compor chapa com a comunista. Entre as propostas da senadora está a construção de 50 creches em parceria com o governo federal. Ela disse que, se eleita, fará um acordo com o atual governador, Omar Aziz (PSD), para colocar em funcionamento o Proama, obra do Estado para melhorar o abastecimento de água da cidade. A comunista também frisou a criação da tarifa social para a população de baixa renda.

Apaziguador até então, o deputado federal Henrique Oliveira (PR) disse acreditar na boa intenção dos candidatos e aproveitou para dizer que ampliará programas sociais, como o ‘Leite do Meu filho’, o ‘Bolsa Família Municipal’ e o ‘Bolsa Universidade’, todos implantados na atual gestão, de Amazonino Mendes. Ele também destacou projetos para o transporte coletivo, como mecanismos para tornar o sistema mais rápido.

O colega de Casa, deputado federal Sabino Castelo Branco (PTB), aproveitou para declarar que buscará o apoio de igrejas evangélicas para a construção de creches e manteve as críticas à atual administração e Pauderney Avelino, também deputado federal, lembrou a manutenção dos problemas no abastecimento de água da cidade, tema que por sinal foi citado por todos os candidatos.

O ex-senador Arthur Virgílio (PSDB) manteve-se no tema saúde e propôs a disponibilidade da vacina quadrivalente para prevenir o HPV, vírus responsável pela maioria dos casos de câncer de útero no mundo.