Publicidade
Cotidiano
Notícias

Novo titular da Secretaria de Estado de Educação do Amazonas terá perfil técnico

Governador Omar Aziz procura nos quadros da Seduc a pessoa que assumirá o cargo ocupado interinamente por Sirley Alves 30/07/2012 às 09:53
Show 1
Secretaria de Educação conta com orçamento anual de R$ 1,3 bilhão, 37 mil servidores distribuídos em 560 escolas
Lúcio Pinheiro Manaus

O governador Omar Aziz (PSD) transferiu para esta segunda-feira (30) a definição do novo titular da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Neste domingo (29), quando participou de caminhada na Zona Leste com a candidata dele à Prefeitura de Manaus, senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB), Omar garantiu que não colocará um político no cargo. “O perfil será técnico. De forma nenhuma político”, disse.

O ex-secretário da Seduc Gedeão Amorim (PMDB) tinha o perfil técnico quando foi colocado no cargo pelo ex-governador e hoje senador Eduardo Braga (PMDB). Mas deixou a pasta na quarta-feira desgastado por acusações de usar a estrutura da secretaria – que conta com um orçamento anual de R$ 1,3 bilhão – para promover politicamente aliados e a si próprio.

O governador disse que desde a saída de Gedeão não teve tempo de sondar nenhum nome para assumir a Seduc. “Tem muita especulação aí. Mas eu não conversei com ninguém. Até segunda-feira, eu tenho um nome”, declarou Omar.

Após a saída de Gedeão Amorim, Omar determinou que a pasta ficasse interinamente sob o comando da secretária executiva de Educação, Sirlei Alves Henrique. Matéria publicada por A CRÍTICA no dia 27 mostrou que a secretária interina autorizou o pagamento de R$ 1,1 milhão à empresa L. O. Engenharia por obras realizadas sem licitação no período de 2010 a junho de 2012. A firma pertence ao marido dela, o engenheiro Luiz Carlos Lúcio Henrique.

Orçamento gordo
O futuro secretário de Educação do Amazonas vai administrar um orçamento de R$ 1,3 bilhão. Em todo o Estado, a secretaria tem 37 mil servidores entre estatutários, celetistas e comissionados, divididos em 560 escolas. Para se ter uma ideia do poder da Seduc, o orçamento do órgão é 92 vezes maior que o do Município de Envira (a 1.215 quilômetros de Manaus), estimado em R$ 14 milhões para este ano. A população da cidade, estimada pelo IBGE em 16.635 pessoas é menos da metade dos servidores da secretaria. Das 53 escolas de Envira, apenas quatro são estaduais.

Gedeão ficou cinco anos no cargo
Nomeado pelo ex-governador e hoje senador Eduardo Braga (PMDB), Gedeão comandava a Seduc desde 2005. Ele concluiu Licenciatura Plena em Filosofia pela Universidade Federal do Amazonas e é professor titular do Departamento de Filosofia desde 1984.

Nas eleições de 2010, após cinco anos à frente da pasta e com influência direta sobre os 37 mil servidores de 560 escolas em todo o Estado, o secretário montou uma estrutura para concorrer ao posto de deputado federal, mas acabou recuando.

Gedeão se reuniu com Omar no dia 25 para oficializar a entrega do cargo horas depois de a rádio CBN noticiar que teria uma gravação onde o titular da Seduc, em reunião com servidores da secretaria, pede votos para Everaldo Farias (PV), candidato a vereador em Manaus. Em entrevista para A CRÍTICA, o secretário negou usar a Seduc para viabilizar os projetos políticos dele e de outros.