Publicidade
Cotidiano
Notícias

O preço do gás de cozinha deve ser de R$ 7 mais caro

O Amazonas era o único Estado que isentava ICMS sobre o GLP, em vigor desde 2008, mas agora se juntará a outros 13 estados do Norte e Nordeste 22/12/2012 às 10:33
Show 1
A partir de abril, o gás de cozinha custará para o consumidor residencial entre R$ 6 e R$ 7 mais caro
Cinthia Guimarães Manaus, Am

A partir de abril, o gás de cozinha custará para o consumidor residencial entre R$ 6 e R$ 7 mais caro, com a revogação da Lei 3.361/2008 que isentava o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o produto. É o que estimam o Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) e a Fogás, principal empresa do setor no Amazonas, com a cobrança majorada de 17% do imposto estadual, aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado (ALE) na última quinta-feira.

O Amazonas era o único Estado que isentava ICMS sobre o GLP, em vigor desde 2008, mas agora se juntará a outros 13 estados do Norte e Nordeste (RR, AC, PA, MA, PI, CE, RN, PB, PE, AL, SE) além de Espírito Santo, que cobram alíquota de 17%.

O presidente do Sindigás, Sérgio Bandeira de Mello, acredita que esta medida irá contra a iniciativa do Governo Federal de zerar o imposto dos itens de primeira necessidade, como o arroz e o feijão, o que significa um retrocesso. “Talvez aumente um pouco mais (do que R$ 6), não só por causa do imposto, mas do custo de capital, inventário, é um produto de altíssima relevância social. O quanto vai chegar ao consumidor vai depender da concorrência. Quando você muda a alíquota você aumenta o custo do produto na refinaria e em função disso você vai ter depois outros custos a impactar”, explicou.

A Fogás informou que ainda desconhece o texto do decreto, porém, acredita que o gasilhame de 13 kg sofrerá aumento de até R$ 7. Nas outras capacidades de vasilhames  inferiores a 13 quilos o preço vai sofrer um reajuste proporcional a sua capacidade. Para os consumidores industriais, comerciais e condomínios não haverá alteração.

Os postos de revenda de gás da Fogás praticam preços de acordo com sua formação de preços e variam entre aproximadamente R$ 33 a R$ 38. Os preços cobrados dependem do tipo de entrega, valores agregados e outros fatores, Na cidade de Manaus a Fogás possui mais de 330 postos de revenda de gás autorizados pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), gás natural e biocombustíveis.