Publicidade
Cotidiano
APOIO PET

ONG pede ajuda com 'lar temporário' para atender cães abandonados em Manacapuru

Os animais abandonados há quase um mês estão sendo resgatados pela ONG Pata para receber tratamento e, posteriormente, serem disponibilizados à adoção 24/04/2018 às 16:56 - Atualizado em 24/04/2018 às 18:42
Show whatsapp image 2018 04 24 at 16.01.28
Foto: Divulgação
Vitor Gavirati Manaus (AM)

A ONG Proteção, Adoção e Tratamento Animal (Pata) está à procura de pessoas que possam ajudar no tratamento dos cerca de 60 cães abandonados há quase um mês no ramal do Gasoduto, em Manacapuru (a 68 km de Manaus). A doação de ração e medicamentos, além da disponibilidade de abrigo temporário aos animais são os principais apelos da organização.

Nesta terça-feira (24), uma equipe da ONG trouxe dez dos animais abandonados no município vizinho para a capital. O objetivo, segundo a presidente da instituição, vereadora Joana D’Arc, é dar um tratamento adequado aos cães, que devem ser castrados, vacinados e vermifugados para, posteriormente, estarem disponíveis à adoção.

Desde a semana passada, quando o caso foi denunciado à imprensa, a ONG Patinhas Carentes, de Manacapuru, tem frequentado o local diariamente para alimentar, dar água e avaliar a situação dos cachorros.


Ramal onde os cães foram abandonados é distante da cidade, o que dificulta atendimento. Foto: Reprodução/TV A Crítica

“Todos os animais estão com problemas de pele, estão em um estado bem grave, o que vai demandar um longo tempo para eles se tratarem. Os animais que nós trouxemos hoje são o que estão em estado mais grave. A gente não tem como abrigar todos, porque já temos outros cães aqui. Mas os animais que estão lá (em Manacapuru) precisam ser resgatados ainda esta semana”, conta Joana D’Arc.

Diante da necessidade de abrigo para os animais abandonados, a presidente da ONG Pata pede apoio da população para o acolhimento dos cães em Manaus por meio dos “lares temporários”.

“Existe uma modalidade de ajuda que a gente chama de ‘lar temporário’, que é a pessoa abrigar o animal por um determinado período até que a gente encontre um adotante. Se alguém quiser adotar mesmo nessas condições (estado de saúde dos cães) ou ser lar temporário já nos ajudaria bastante”, explica Joana, destacando que, atualmente, a ONG já atende 140 animais.

Os interessados em colaborar com a ONG Pata podem entrar em contato pelo telefone (92) 98145-1111.

Dificuldade para descobrir responsável por abandono

Na última quinta-feira (19), a TV A Crítica denunciou o caso de abandono dos cães no ramal do Gasoduto, localizado no km 53 da rodovia Manoel Urbano, em Manacapuru. Segundo moradores da região, os animais foram levados ao local em um caminhão. Durante a primeira visita que a ONG Patinhas Carentes fez ao local, na quarta-feira (18), foram encontrados animais mortos e a maioria dos sobreviventes com sarna.


No último sábado (21), ONG Pata fez primeira visita ao local para ajudar ONG Patinhas Carentes. Foto: Divulgação

De acordo com a presidente da ONG Pata, apesar de denúncias, é difícil encontrar os responsáveis pelo abandono. “Foi um ato bem covarde, que não foi visto e não deixou rastros. Infelizmente, talvez, a gente não consiga identificar o que aconteceu, embora existam algumas denúncias, mas nada com provas”, afirmou.

A ONG Pata promete levar o caso às autoridades do Governo do Estado e à Prefeitura de Manacapuru.

Publicidade
Publicidade