Publicidade
Cotidiano
Notícias

Pagamentos a juízes do Amazonas chegam até R$ 100 mil por mês

A planilha que traz o detalhamento da folha de pagamento do Tribunal de Justiça do Amazonas, e que já está no site da instituição, foi divulgada pelo presidente do TJ-AM, desembargador Ari Moutinho, em obediência à Lei de Acesso à Informação 20/07/2012 às 15:31
Show 1
A planilha que traz o detalhamento da folha de pagamento do Tribunal de Justiça do Amazonas, e que já está no site da instituição, foi divulgada pelo presidente do TJ-AM, desembargador Ari Moutinho, em obediência à Lei de Acesso à Informação
André Alves Manaus

A divulgação nominal dos ganhos dos magistrados do Amazonas, publicada na manhã desta sexta-feira (20) pelo Tribunal de Justiça do Estado (TJ-AM), mostrou que juízes do Amazonas recebem remuneração de até R$ 100 mil em um único mês. O anúncio da publicação foi feito pelo presidente do TJ-AM, desembargador Ari Moutinho, em obediência à Lei de Acesso à Informação.

A planilha que traz o detalhamento da folha de pagamento do Tribunal de Justiça do Amazonas, e que já está no site da instituição, revela que no mês de junho, por exemplo, a juíza de 2ª entrância Mônica Cristina Raposo da C.C. Carmo obteve rendimento líquido de R$ 100.605,51, com “Retenção por Teto Constitucional” de apenas R$ 2.218,03.

O mesmo “rendimento líquido” (R$ 100.605,53) consta na folha salarial da juíza Luíza Cristina da Costa Marques, referente ao mês de junho. O “abate-teto” também foi de R$ 2.218,03. A mesma lista registra “rendimentos líquidos“ que vão de R$ de 30 mil a R$ 86 mil. Em junho, o " rendimento líquido" da juíza Anagali Bertazzo foi de R$ 86.135,11.

No mesmo mês, também consta entre os rendimentos líquidos mais altos os dos juízes Kathleen dos Santos (líquido de R$ 86.044,60); Cássio André Borges (líquido de R$ 86.044,60); Marcelo Manuel da Costa Vieira (R$ 88,1 mil); Nélia Caminha (R$ 86 mil); Simone Laurent de Figueiredo (R$ 86 mil) Rogério da Costa Vieira (R$ 86 mil).

A lista publicada no site do TJ-AM registra os ganhos dos magistrados de janeiro a junho. No mês passado, o rendimento líquido do presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, desembargador Ari Moutinho, foi de R$ 47,6 mil. O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AM), Flávio Pascarelli, teve ganhos de R$ 62,8 mil. Em junho, o rendimento mais alto entre os desembargadores foi o da ex-presidente do TRE/AM, Graça Figueiredo, que somou R$ 79 mil.