Publicidade
Cotidiano
Notícias

Pais de alunos supostamente aliciados por professora vão à delegacia

Pais de alunos supostamente aliciados reuniram-se com seus advogados na Delegacia Especializada na proteção da Criança e a Adolescente (Deapca) nesta segunda-feira (17) para marcar a data de depoimento dos filhos afim de dar andamento nas investigações. 17/09/2012 às 17:38
Show 1
Pais de alunos aliciados vão ao Deapca
Bruno Strahm Manaus (AM)

Pais dos alunos que foram supostamente aliciados por uma professora de um projeto sócio-educativo desportivo, na Vila Santa Terezinha, no bairro São Geraldo, Zona Oeste, reuniram-se nesta segunda-feira (17) com seus advogados na Delegacia Especializada na Proteção à Criança e Adolescente (Deapca) para marcar a data do depoimento das crianças. As investigações agora serão sigilosas.

Na última sexta-feira (14), o acritica.com publicou reportagem referente a uma investigação de uma professora acusada de aliciar 15 crianças, de nove a 10 anos há três anos.

Segundo denúncias dos pais  e moradores da vila, a professora exibia filmes pornográficos para as crianças que recebiam aulas na antiga sede do centro comunitário, o Castelinho. As denúncias dos pais indicam, também, que além de exibir vídeos com conteúdo impróprio, a professora também permitia que alunos de idade mais avançada abusassem sexualmente dos menores.

De acordo com um pai que não quis se identificar, ficou de comum acordo que ninguém mais falaria sobre o caso até o fechamento das investigações, que já correm em segredo de justiça.

"Queremos que os fatos verdadeiros sejam apurados de forma correta. Existem muitas provas que ela exibiu os vídeos. Elas são crianças e não iriam mentir sobre isso. Achamos melhor não dar mais declarações sobre as investigações para preservar os nossos filhos", finalizou.