Publicidade
Cotidiano
Notícias

Parceria entre CIEE e empresas qualifica jovens estudantes para a prática profissional no mundo

O programa seleciona estudantes de baixa renda, de 14 a 24 anos, e os prepara para ingressar no mundo do trabalho. O CIEE-AM possui 28 mil estudantes 14/09/2012 às 09:55
Show 1
Formatura dos alunos do Aprendiz Legal, realizada no auditório do Ifam
Cinthia Guimarães ---

Sob a coordenação do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), o programa Aprendiz Legal, que oferece capacitação teórica e profissional e põe em prática a Lei do Menor Aprendiz (lei 10.097/2000), já formou em Manaus mais 400 jovens estudantes em dois anos de atuação. Na última quarta-feira, foi realizada a formatura da segunda turma no Amazonas e a 15º turma no Brasil.

O gerente regional do CIEE-AM, Sérgio Alencar da Silva, explicou que o programa seleciona estudantes de baixa renda, de 14 a 24 anos, e os prepara para ingressar no mundo do trabalho. A cada período de seleção, os candidatos podem se inscrever no site do CIEE (www.ciee.org.br), que possui no seu banco de dados com 28 mil estudantes. “Para ingressar nos cursos a idade máxima é 22 anos para que o aprendiz possa ficar na empresa até os 24 anos. Mas, para ingressar no programa de estágio é partir de 16 anos. É um turno só, não prejudica em nada seu desempenho na escola”.

O CIEE oferece cursos de formação nas áreas de auxiliar em alimentação, auxiliar de produção, comércio e varejo, gestão pública, logística, ocupações administrativas, práticas bancárias, telesserviços e turismo. Ao mesmo tempo, os jovens são inseridos no mercado de trabalho com práticas dentro das empresas que duram até quatro horas por dia, conciliadas com as atividades escolares em turnos distintos.

O programa recebe parceria de empresas de vários setores como Amazonas Energia, Nokia, Banco do Brasil, Caixa, Banco da Amazônia, Samsung, Honda, Grupo Nova Era.

“Os jovens aprendizes recebem auxílio-transporte, férias, aprendem a mexer com informática, relacionamento interpessoal, convívio no ambiente de trabalho, e passam a adquirir mais responsabilidade. Na maioria das vezes é contratado pela empresa”, informou Alencar.

250 vagas no IEL

Até o dia 20, 250 vagas de estágio serão oferecidas pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL). Os candidatos deverão estar cursando do 1º ao 7º período. A bolsa é de R$ 400, mais vale-transporte, e o exercício de estágio é de quatro horas, pela manhã ou à tarde. Os interessados deverão enviar currículo para recrutamento@iel-am.org.br informar no assunto o Curso.