Publicidade
Cotidiano
Notícias

Pedestres reclamam de camelôs em complexo viário de Manaus

Cerca de dez barracas de vendedores já ocupam entorno de obra inaugurada em março de 2012 e atrapalham trânsito da cidade 14/12/2012 às 09:16
Show 1
Comércio atrapalha circulação no local
Carolina Silva ---

A ocupação de calçadas por camelôs próximo ao complexo viário do São José, Zona Leste, tem gerado reclamações dos pedestres que se dizem desrespeitados e criticam a falta de fiscalização do poder público. Ao menos dez bancas passaram a ocupar, diariamente, o espaço. As reclamações ainda dão conta de que além de invadirem as calçadas e formarem um mini “camelódromo”, o lixo produzido pelos vendedores não está tendo o destino correto.

“Começa assim a bagunça. Vem um, vem outro e depois já fica um aglomerado de camelôs ocupando a calçada que é exclusivo para a passagem de pedestres. Sem fiscalização, eles acabam fazendo o que bem entendem e a desordem perde o controle”, reclamou o universitário Ramon Vasconcelos, 25.

Alguns vendedores, que se irritaram com a denúncia, dizem que estão ali com a devida autorização. Sobre o lixo, também chegaram a dizer que o que é descartado no chão são de pessoas que passam pelo local.

A CRÍTICA procurou o Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) por e-mail para obter informações sobre a fiscalização na área, mas não recebeu resposta até o fechamento desta edição.

Para o taxista Marinaldo Correia, 41, a ocupação das calçadas por camelôs também prejudica a passagem de veículos pela área. “Nos finais de semana, o movimento é maior e tem gente que estaciona irregularmente no local”, relatou.