Publicidade
Cotidiano
Notícias

PF prende estelionatários que vendiam terrenos da Suframa na BR-174

Operação policial desmontou uma quadrilha de falsários ocorreu na manhã desta quinta (27); grupo enganou mais de mil pessoas 27/02/2014 às 22:27
Show 1
Associação enganou mais de mil pessoas, vendendo terrenos da União
ACRITICA.COM* Manaus (AM)

A Polícia Federal cumpriu, na manhã desta quinta-feira (27), mandados de busca e suspensão de exercício de atividade econômica na sede da Associação Comunitária Santa Mãe de Deus e Desenvolvimento Agrícola, localizada no Km 3 da BR-174 (Manaus-Boa Vista), para apurar a comercialização e invasão de terras da União, administradas pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

As investigações apontam que, desde o ano de 2008, a Associação promovia reuniões semanais em sua sede, nas quais eram comercializados lotes rurais localizados nos Km 40 a 83 da BR-174, de propriedade da União, para todas as pessoas que se associavam mediante pagamento de quantias que variavam de R$ 150 a R$ 600, mais uma contribuição mensal.

Mais de mil pessoas, em geral humildes e de baixa escolaridade, foram enganadas pelos responsáveis pela Associação, que alegavam possuir autorização da Suframa para comercializar os terrenos.

Também foram cumpridos mandados de busca domiciliar e prisão temporária contra o presidente da Associação e outras 12 pessoas que atuavam na diretoria da entidade, algumas conhecidas pela prática de diversas invasões na capital.

Todos os envolvidos foram indiciados pela prática dos crimes de associação criminosa, estelionato, loteamento irregular e invasão de terras da União, que, somados, possuem penas superiores a 16 anos.

* Com informações da assessoria de comunicação da Polícia Federal (PF).