Publicidade
Cotidiano
ACUSADOS

PGR denuncia Geddel e irmão por lavagem de dinheiro e associação criminosa

O oferecimento da denúncia, apresentada na segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF), foi confirmado pela assessoria de imprensa da PGR 05/12/2017 às 07:30 - Atualizado em 05/12/2017 às 09:37
Show geddelll
(Foto: Agência Brasil)
Reuters Brasília

A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou o ex-ministro Geddel Vieira Lima e o irmão dele, o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), no caso referente à apreensão de R$ 51 milhões em um apartamento em Salvador (BA), a maior desse tipo feita pela Polícia Federal, em setembro passado.

O oferecimento da denúncia, apresentada na segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF), foi confirmado pela assessoria de imprensa da PGR. A íntegra da acusação, entretanto, ainda não foi disponibilizada.

Geddel e Lúcio foram acusados criminalmente de lavagem de dinheiro e organização criminosa. Outros envolvidos também foram denunciados. O caso foi encaminhado ao ministro Edson Fachin, a quem cabe fazer a instrução do caso e levar para julgamento colegiado. Se a denuncia for aceita, Geddel e Lúcio viram réus.

Na semana passada, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, afirmou que o presidente Michel Temer não tem receio de uma eventual delação de Geddel, importante aliado que foi seu ministro da Secretaria de Governo. Ele está preso desde setembro.