Publicidade
Cotidiano
Notícias

Plano Safra terá R$ 18 bilhões para a agricultura familiar

Cerca de 22 mil trabalhadores rurais amazonenses poderão ser beneficiados com os investimentos 05/07/2012 às 08:45
Show 1
Programa de financiamento foi lançado quarta-feira pela presidente Dilma Rousseff e irá beneficiar agricultores brasileiros
Antônio Paulo Brasília

O Plano Safra da Agricultura Familiar 2012/2013, do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), foi lançado nesta quarta-feira (4) pela presidente Dilma Rousseff que anunciou investimentos de R$ 18 bilhões nesse setor por meio de financiamento. Mais R$ 4,3 bilhões serão destinados a programas de assistência técnica e aquisição de alimentos. A taxa máxima de juros a ser paga pelos agricultores, que antes era 4,5%, agora será 4%. O montante destinado ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) é 12,5%, superior ao valor disponibilizado no ano passado.

Presente ao lançamento do Plano Safra, o secretário estadual de Produção Rural (Sepror), Eron Bezerra, informou que mais agricultores poderão buscar o financiamento, com a ampliação da renda bruta anual para acesso ao Pronaf de R$ 110 mil para R$ 160 mil. Segundo ele, cerca de 20 mil agricultores amazonenses serão beneficiados com crédito especial do Pronaf e a lista deverá ser anunciada até 20 de julho deste ano. Outros 22 mil trabalhadores rurais amazonenses estão cadastrados e poderão ser beneficiados com os investimentos anunciados ontem. “Vamos trabalhar para preparar os projetos e encaminhar ao Ministério do Desenvolvimento Agrário”, declarou Eron Bezerra.

Para 2012/2013, o plano amplia o limite do financiamento de custeio do Crédito Pronaf de R$ 50 mil para R$ 80 mil. O limite de financiamento das cooperativas também foi ampliado, passando de R$ 10 milhões para R$ 30 milhões, e no caso de associações, de R$ 500 mil sobe para R$ 1 milhão. O investimento para financiar agroindústrias familiares sobe de R$ 50 mil para R$ 130 mil. A cobertura da renda do seguro da agricultura familiar subiu de R$ 3,5 mil para R$ 7 mil.

O secretário estadual de Produção Rural comemorou o retorno da assistência técnica e programas de mecanização e irrigação no campo, anunciados pelo ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas.

Atualmente, a agricultura familiar é responsável pela produção de 70% dos alimentos consumidos pelos brasileiros e ocupa cerca de 75% da mão de obra do campo, de acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento Agrário.