Publicidade
Cotidiano
Notícias

Polícia Civil buscas pistas para localizar assassinos de empresário em Coari, a 363 Kms de Manaus

Júlio Rocha, 79, foi morto na noite de sexta-feira (23) após ele, a esposa e um funcionário terem sido rendidos por cinco assaltantes 23/01/2016 às 17:37
Show 1
Empresário tentou defender a família, mas acabou morto pelos assaltantes
Kelly Melo Manaus (AM)

A Polícia Civil em Coari (a 363 quilômetros de Manaus) está procurando pistas para identificar os outros quatro suspeitos de terem participado do assassinato do empresário Júlio Rocha de Souza, 79 , ocorrido na noite da última sexta-feira (22). Uma  das suspeitas é de que um dos envolvidos seja um adolescente. Um dos suspeitos foi preso uma hora depois do crime.

O delegado de Coari, Mauro Duarte, informou que apenas um suspeito, identificado como Marcelo de Souza Lira, 19,  foi autuado em flagrante. Ele foi encontrado por policiais militares e reconhecido por testemunhas. Apesar disso, o homem nega ter participado do crime.

O empresário Júlio Rocha foi morto a tiros dentro de própria casa, na noite de sexta-feira. Ele estava jantando  com a esposa, quando cinco homens entraram na casa e anunciaram o assalto. Dois deles estavam armados.

Enquanto o casal foi rendido por quatro assaltantes, o quinto rendeu o motorista da família, de 20 anos, que estava na sala. Os bandidos exigiam dinheiro, mas Júlio dizia não ter nada no local.

A vítima chegou a tentar pegar um terçado para se defender dos assaltantes, mas um deles acabou  disparando  um tiro contra o empresário, que morreu na hora. Os bandidos fugiram do local sem levar nada. “Em menos de uma hora, a Polícia Militar deteve o Marcelo e levou até a delegacia. Segundo o motorista do casal, ele foi um dos que entrou na casa armado e o rendeu”, explicou o delegado.

Segundo Duarte, o próximo passo é identificar os outros quatro homens que participaram do latrocínio. “Talvez tenha a participação de menor nesse fato, mas estamos investigando”, afirmou ele.