Publicidade
Cotidiano
Notícias

Polícia Civil é responsável pelo deslocamento da equipe de arbitragem de Estados Unidos x Portugal

O Núcleo de Proteção de Autoridades realiza desde sexta-feira a escolta da equipe de arbitragem composta Nestor Pittana e seus auxiliares Hernan Maidana e Juan Pablo Belatti 22/06/2014 às 18:00
Show 1
Equipe de árbitros sendo acompanhados pela força de segurança da Polícia Civil
acritica.com Manaus (AM)

Policiais Civis, componentes do Núcleo de Proteção de Autoridades (NPA) da Instituição, batedores da Polícia Militar, agentes do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), além do Comitê Organizador Local (COL) da FIFA, sob o comando do Coordenador do (NPA), Sérgio de Menezes, realizaram na tarde deste domingo (22) a escolta dos integrantes da arbitragem que irão atuar no jogo entre Estados Unidos e Portugal que irá ocorrer às 18h, na Arena da Amazônia Vivaldo Lima.

O árbitro principal da partida, Nestor Pittana, e os auxiliares dele, Hernan Maidana e Juan Pablo Belatti, fazem parte da comissão que foi escoltada do hotel onde estão hospedados, situado na Ponta Negra, zona Oeste da capital, para o Estádio, na avenida Constantino Nery, bairro Flores, Zona Centro-Sul de Manaus.

“Esse é um trabalho integrando com os outros órgãos, onde temos por objetivo escoltar com segurança o comitê de arbitragem que irá trabalhar na partida entre Estados Unidos e Portugal, em Manaus”, destacou o Coordenador do NPA, Sérgio de Menezes.  

 


O Núcleo de Proteção de Autoridades realiza a escolta da equipe de arbitragem desde a sexta-feira (20), quando o grupo desembarcou em Manaus no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes e seguiu para o hotel onde permaneceu hospedado em preparação para a partida, válida pela segunda rodada da fase eliminatória da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014TM , momento em que a segurança deles passou a ser feita por profissionais contratados pela Federação Internacional de Futebol Associado (FIFA).

Os Policiais Civis fizeram a recepção dos juízes ainda na saída de bordo, acompanhando-os na busca da bagagem e no acesso ao estacionamento, onde outra equipe já os aguardava após ter realizado a vistoria nos veículos e garantir a integridade dos mesmos para o deslocamento.

Núcleo de Proteção de Autoridades

Atualmente, o Núcleo de Proteção de Autoridades (NPA) é composto por 30 integrantes, que foram submetidos e aprovados no Curso de Proteção de Autoridades promovido por meio da Comissão de Capacitação, Treinamento e Desenvolvimento (CCTD) da Polícia Civil. O NPA foi criado em janeiro de 2013, através de portaria assinada pelo Delegado Geral de Polícia Civil, Josué Rocha. A iniciativa inédita tem por objetivo capacitar policiais civis para atuarem na proteção de dignitários durante grandes eventos no Estado, como a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014d.

Agentes do Manaustrans fazem a escolta da equipe

O curso, que já teve três edições, teve a duração de 12 dias e carga horária de 100 horas/aula. A programação contou com atividades teóricas e práticas que incluiu treinamento de escolta a pé e motorizada, defesa pessoal, primeiros socorros, aulas de etiqueta, planejamento, natação utilitária e oficinas de tiro com técnicas voltadas à proteção de autoridades. Ao final do processo, os alunos participaram de ação durante 48 horas ininterruptas, onde foi simulada a escolta de uma juíza fictícia, desde o desembarque no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes e outros pontos da cidade.