Publicidade
Cotidiano
Notícias

Polícia Federal acaba com 'fábrica' de atestados médicos falsos em Manaus

Os presos serão encaminhados, ainda hoje, à Cadeia Pública Raimundo Vidal pessoa, onde permanecerão à disposição da Justiça Federal do Amazonas 23/11/2012 às 19:47
Show 1
Atestados falsos eram comercializados em Manaus
Acritica.com Manaus (AM)

A Polícia Federal, em Manaus,  cumpriu na manhã desta sexta-feira, 23, dois mandados de busca e apreensão, em residências localizadas do Bairro de São Francisco; e dois Mandados de prisão, expedidos pela 2º Vara da Justiça Federal no Amazonas.

As diligências estão relacionadas à investigação federal, que visa combater a falsificação e comercialização de atestados médicos falsos, que eram apresentados em entidades públicas e privadas para abonar ausências injustificadas de servidores e empregados em Manaus.

Na residência de um dos investigados, Policiais Federais da Delegacia de Defesa Institucional, encontraram uma verdadeira fábrica de atestados médicos falsos, com centenas de formulários em branco de atestados e receitas médicas, além de receituários especiais e declarações de comparecimento, pedidos de exames médicos, de praticamente todos os hospitais e centros de atendimento médico de Manaus, bem como uma dezena de carimbos falsos contendo o nome e o CRM de médicos amazonenses.

No local também foi encontrado grande variedade de medicamentos, inclusive de uso controlado, que eram comercializados juntamente com as receitas médicas. Os falsificadores declararam que cobravam de 10 a 30 reais por atestado médico, dependendo do número de dias de afastamento.


Dois homens, sendo um auxiliar em enfermagem aposentado (74 anos) e o outro técnico em fisioterapia(41 anos), foram presos em flagrante pela prática do art. 273, §1º -B, incisos I, III e V do Código Penal Brasileiro, que prevê pena de 10 a 15 anos de reclusão. Foram também indiciadas outras quatro pessoas por crimes de falsidade ideológica e uso de documento falso.