Publicidade
Cotidiano
prisão quadrilha

Policiais da Divisão de Repressão ao Crime Organizado prendem quadrilha especializada em roubo de veículos e a residências.

A polícia chegou aos integrantes da quadrilha depois de dois meses de investigações.  Entre os envolvidos, está o genro de um Policial Militar lotado no  município de Iranduba. 01/02/2012 às 11:46
Show 1
Integrantes de quadrilha são apresentados
Cassandra Castro Manaus

Seis homens foram presos por policiais da Divisão de Repressão ao Crime Organizado  (DRCO) acusados de envolvimento em diversos roubos de veículos e a residências em Manaus. As prisões foram realizadas durante essa segunda-feira(2).

De acordo com o delegado da DRCO,  Fábio Martins Silva, foram dois meses de investigação para conseguir prender os envolvidos. Os homens roubavam carros e também residências e de acordo com algumas vítimas já ouvidas pela polícia, agiam com extrema violência.        

Um dos suspeitos preso é Tiago Castro Barbosa, genro do cabo da Polícia Militar, Cicero Chaves da Silva, 45.  Tiago  é mecânico de carros e foi preso em cumprimento a mandado de prisão no trabalho dele, uma oficina localizada no bairro Manoa, Zona Norte por volta das 7h30.  O cabo da polícia militar foi preso por porte ilegal de arma de fogo. Cicero Chaves da Silva é lotado na 8ª Companhia Interativa da Polícia Militar, em Iranduba,a 27 km de Manaus. Além deles, também foram presos em cumprimento a mandado de prisão, o auxiliar químico, Renier Silva de Almeida,31, o ajudante de pedreiro Pablo Escobar da Costa, 23 , o empresário Hugo Vinícius de Souza Mayo, 26, e Paul Makartney da Silva Moraes, 21.

Segundo o delegado da DRCO, as investigações iniciaram em agosto de 2011, quando uma estudante de 22 anos, teve seu carro e sua residência roubados, no dia 16 de agosto. Tiago, Renier, Pablo, Paul e Hugo são suspeitos de terem participado de vários roubos de carro, moto e assalto a residência no bairro da Cidade Nova.

Na residência do cabo da PM, sogro de Tiago, na Rua Panamá, bairro Nova Cidade, em cumprimento a mandado de busca e apreensão, foram encontradas um pistola calibre 380, número de série raspado e várias peças de carros roubados. Em depoimento, o cabo confirmou que a arma pertence a ele.                    

 Nas casas dos demais acusados também foram encontrados vários objetos frutos dos roubos, além de várias peças de  carro que eram vendidas em vários pontos de Manaus, principalmente na Praça 14, Zona Sul da cidade.

Ainda de acordo com a polícia, Hugo Vinícius de Souza Mayo encomendava os carros roubados, e pagava em média R$ 5 a 7 mil, os carros eram levados para uma oficina de desmanche, e posteriormente as peças vendidas.

Renier e Tiago foram presos em cumprimento a mandado de prisão, Tiago foi flagranteado também por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito, juntamente com o cabo Cícero. Renier, Tiago, Paul, Pablo e Hugo foram flagranteados por formação de quadrilha, roubo qualificado, receptação e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e uso restrito. Eles serão encaminhados à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, Centro. O cabo foi encaminhado ao 1º. Batalhão da Polícia Militar, bairro Petrópolis, zona sul.