Publicidade
Cotidiano
Notícias

Pólo industrial de duas rodas perde 13% das vendas no atacado

As perdas na produção chegam a 9, 7%, nos cinco primeiros meses deste ano 07/06/2012 às 14:15
Show 1
Linha de produção da Moto Honda
acritica.com Manaus

O segmento nacional de motocicletas instalado no Polo Industrial de Manaus (PIM) já acumula perdas de 13,1% nas vendas no atacado e de 9,7% na produção, nos cinco primeiros meses deste ano. em comparação com o mesmo período do ano passado. O principal motivo é a restrição ao crédito, anunciado no quarto trimestre de 2011.

O setor levou três anos para superar os efeitos da crise econômica de 2008, segundo a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

Segundo a Abraciclo, foram comercializadas 151.316 unidades em maio deste ano, 22,5% abaixo das 195.307 vendidas no mesmo mês de 2011 e 9,2% acima do volume registrado em abril (138.608). No acumulado, 2012 registra 758.417 motocicletas comercializadas, ante 872.689 unidades de 2011.Já com relação à produção, foram fabricadas em maio deste ano 171.739 motocicletas, 15,8% a menos do que o alcançado no mesmo mês de 2011.

Apesar da baixa no comparativo ano a ano, os números são 17,9% maiores do que os registrados em abril, quando foram fabricadas apenas 145.697 unidades. No período entre janeiro e maio, saíram das unidades fabris 826.981 motocicletas, ante 915.584 no ano passado.

Exportações

De acordo com a entidade, foram exportadas, em maio, 10.238 motocicletas, 16,3% acima do registrado em abril (8.804). No comparativo com o mesmo mês do ano passado, quando foram comercializadas ao mercado externo 6.725 unidades, o avanço é de expressivos 52,2%. O acumulado do ano (41.515 unidades) já está 56,6% superior ao alcançado em 2011 (26.517).